Política

Coletiva balanço PMA JANAINA SANTOS 2

Ao final de um ano conturbado de críticas e de muito trabalho para colocar a “casa em ordem” - depois de um rombo de R$ 540 milhões herdado da administração anterior -, a gestão de Edvaldo Nogueira começa a entrar nos trilhos. Ao longo dessa semana, o chefe do executivo municipal da capital se mexeu bastante para prestar contas do seu primeiro ano de gestão e, para isso, divulgou balanço, falou de investimentos, anunciou novo enxugamento da máquina e sancionou a lei que isenta mais de 50 mil famílias do pagamento do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).

A lei se aplica aos proprietários de imóveis cuja base de cálculo se enquadre em até R$ 10 mil, e tenham renda familiar de até dois salários mínimos. Essas mesmas famílias poderão requerer o perdão das dívidas, caso possuam débitos anteriores do tributo. Nesta sexta-feira, 22, Edvaldo anunciou que assinará neste sábado, 23, com o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, e o deputado André Moura, o contrato de empréstimo de R$ 50 milhões para a realização de obras em Aracaju - recurso que somado a mais de R$ 200 milhões já previstos, permitirão a retomada de 21 obras na capital (confira mais aqui).

Em reunião com o secretariado na última quarta, 20, o prefeito anunciou que realizará novo corte de cargos comissionados para enxugar a máquina. Logo no começo da gestão, houve uma redução de 30% no custo total da folha de CCs, com economia de R$ 20 milhões. Mas, ainda que tenha garantido que as medidas de contenção continuarão severas no novo ano, Edvaldo fez um prognóstico positivo para 2018. “Temos ainda dificuldades a enfrentar, mas continuaremos dando prioridade ao pagamento dos salários dos servidores, ao recapeamento, à Saúde e à Educação, além de colocar em andamento mais R$ 300 milhões em obras, que irão mudar a face da cidade”.

Durante um café da manhã com a imprensa realizado também na quarta-feira, Nogueira apontou os principais avanços do primeiro ano de gestão, incluindo os R$ 120 milhões de salários atrasados pagos do ano anterior. “Em 11 meses, eu paguei 13 folhas salariais. E hoje estamos pagando a segunda parcela do 13º salário. Já são mais de R$ 900 milhões investidos nos salários dos servidores. As escolas estão funcionando, os postos de saúde já têm 80% dos remédios, a coleta do lixo está ocorrendo regularmente, temos ações em todas as áreas”, disse.

Edvaldo tem feito questão de dizer que, ao final de 2017, a capital está em muito melhor situação que no final do ano anterior. “Hoje, o clima é outro. Os serviços públicos estão funcionando. Foi um ano de vitórias”, avaliou. Boa parte delas foram conseguidas na Câmara. Para o líder do prefeito na casa legislativa municipal, vereador Professor Bittencourt, o ano envolveu muito trabalho e grandes ações para recuperar a cidade. “Edvaldo encontrou a cidade sucateada, com inúmeras dívidas e a população infeliz. Hoje, com a ajuda da sua equipe e de toda a bancada na Câmara Municipal, a Gestão vem fazendo a diferença e retomando a alegria da capital”.

Cinco emendas favoráveis importantes foram aprovadas pela Câmara na Lei Orçamentária Anual (LOA), que deverão auxiliar a gestão municipal no ano de 2018: a nº 31, que destina recursos para a elaboração de Política Municipal de Valorização do Servidor Público no âmbito da Administração Direta, Autárquica e Fundacional; a nº 14, que solicita a transferência de orçamento entre as Secretarias de Comunicação para a Educação, destinado ao desenvolvimento, revitalização e manutenção da Educação Infantil vinculada a Creche e Pré-Escola; a nº 20, que impõe a destinação orçamentária e recursos do Poder Legislativo para concurso público e reforma administrativa; a nª 21, que autoriza a Mesa Diretora da CMA a elaborar Quadros de Detalhamento de Despesas do Poder Legislativo Municipal; e a nª 38, que autoriza os Poderes Legislativo e Executivo a remanejar suas dotações orçamentárias, inclusive quanto à fonte de recursos e ao programa de trabalho.

Os problemas ainda são muitos, mas avanços importantes mostram, mesmo para os mais incrédulos, que há uma luz no fim do túnel. Edvaldo começa a conseguir rebater as críticas que vem recebendo ao longo do ano sobre a administração da capital, que a bem da verdade, foi encontrada em situação deplorável. Então, a César o que é de César. E, pelo bem da população, ‘quanto melhor, melhor’ em Aracaju.


|Por Soma Notícias – com informações de PMA e CMA
|Foto: Janaína Santos/PMA

No início da semana, alguns veículos de comunicação divulgaram um possível rompimento do ex-prefeito de Canindé de São Francisco, Heleno Silva, e do deputado federal Jony Marcos [ambos do Partido Republicano Brasileiro (PRB)] com a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Sergipe. O caso ganhou notoriedade na imprensa e, na manhã desta quinta-feira (21), o federal Jony, em conversa exclusiva com o portal Soma+ Notícias, revelou o que, de fato, aconteceu.

“O que era ontem é a mesma coisa hoje. Nunca houve problema algum. O que acontece – e que muita gente não sabe – é que nós, tanto eu quanto Heleno, nos desligamos da igreja, enquanto pastores, desde o momento que assumimos mandato político. E isso foi de forma sadia. Não entendo por que levantar essa questão agora, principalmente por algo tão simples”, pontuou. O deputado federal também esclareceu algumas questões que, de acordo com ele, foram divulgadas pela imprensa de forma errônea. Fatos que, para ele, “demonstram desconhecimento político de boa parte da mídia sergipana”.

“Veja bem, todo mundo sabe que qualquer pessoa que assume um cargo eletivo, independente da esfera política, precisa se desligar de seus demais vínculos trabalhistas. Isso é lei. Conosco não foi diferente. Continuamos sendo pastores, porque fomos ungidos para isso, mas não atuamos mais nas igrejas justamente por termos outras missões”, explicou.

Sobre um possível atrito entre eles e a liderança da IURD em Sergipe, Jony disse que não passa de especulação. “Isso sempre foi tratado de maneira muito tranquila com todos da IURD. É tanto que nós tivemos o apoio da igreja em todas as campanhas, até então. Não existe rompimento; existe entendimento e respeito à legislação que rege nosso País. Estamos afastados da função de pastores, mas continuamos sendo cristãos e membros da igreja”, concluiu.

|Por Soma Notícias
|Foto: Divulgação

Heleno e Jony Universal

O presidente de honra do PRB, Heleno Silva, disse que o desligamento dele e do deputado federal Jony Marcos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), em Sergipe, foi algo “natural e sem estresse”.

“Estou há 18 anos na vida pública e, durante esse período, já estava licenciado das atividades religiosas da Igreja, assim como Jony. Desde que ingressamos na política, não exercíamos mais atividades dentro da Universal. E como a próprio Igreja afirmou, foi uma decisão pessoal, minha e de Jony”, explica Heleno.

O ex-deputado federal e pré-candidato ao Senado disse ainda que ele e Jonny continuam na Igreja como fiéis e que mantém as mesmas amizades, carinho, apoio e respeito a todos os membros. “Além disso, permanecemos filiados ao PRB, que todos sabem que tem uma ligação com a Universal. É uma sigla com a qual nos identificamos e temos uma enorme aproximação e apreço”, garante.

Heleno Silva confirmou que continuará coordenando o maior projeto de evangelização do estado, o “Sergipe no Altar”, que reúne milhares de pessoas em várias cidades sergipanas. “Graças a Deus é um projeto que só cresce, arrebanhando jovens e adultos para uma nova vida e renovando a fé daqueles que já creem”, relata Heleno.


|Fonte: Ascom

Mendonça JP FM

Em entrevista à Jovem Pan FM na manhã desta quinta-feira, 21, Mendonça Prado continuou os ataques a Laércio Oliveira, denunciando o que chama de “manobra sub-reptícia” para inviabilizar sua candidatura ao Governo do Estado. Voltou a se referir às posturas patronais condenáveis do deputado e questionou a aplicação milionária de recursos em suas campanhas. “Laércio é um homem que já causou muitos danos nas vidas da população sergipana; que deu calotes históricos nos funcionários da sua empresa; que se beneficiou com contratos milionários em sucessivos governos. Então essa é a minha reação. De indignação por essa manobra que estão tentando fazer para perpetuar essa condição”, disse.

Ontem, o SOMA Notícias publicou - com exclusividade - a declaração da senadora Maria do Carmo Alves, afirmando que não teria feito qualquer convite a Laércio Oliveira. Nesta manhã, Mendonça complementou a informação: “Conversei com o senador Agripino Maia e ele disse: ‘Essa é uma questão de Sergipe. Uma questão de Sergipe deve ser resolvida em Sergipe’. Então, continuo firme, acreditando na palavra da senadora Maria do Carmo. Nossas propostas são exequíveis, não são mirabolantes daquelas que não tem viabilidade. Então é evidente que se crie estratégias, manobras para tentar inviabilizar. E é isso que está acontecendo”, pontuou.

Provocado sobre a reação de João Fontes à sua desistência do PPS, Mendonça afirmou esperar que ele se mantenha firme no propósito de disputar o senado. “É importante que Sergipe tenha esse debate. Precisamos aproveitar o espaço do senado para fazer com que Sergipe se destaque. Para lutar pelas desigualdades regionais, desigualdades sociais. E precisamos de senadores aguerridos. Você não vê um senador de Sergipe se pronunciando para defender o desenvolvimento socioeconômico do nordeste”, pontuou.

Apoio

João Fontes entrou no ar e revelou que testemunhou o convite da senadora Maria do Carmo Alves a Mendonça Prado, afirmando, em seguida, que o filho de João Alves - João Neto - quer entregar o partido a Laércio Oliveira. “Eu fui, inclusive, conversar com ele e ele não me recebeu. Eu não quero nem acreditar no que está acontecendo”, disse. “Para mim, está muito claro que o governador está por trás de tudo isso, porque Laércio hoje é aliado do governador”, completou.

Ainda por telefone, João Fontes retribuiu o apoio. “Mendonça é o quadro mais preparado do estado de Sergipe. Eu fui deputado, colega dele. Enquanto uns iam para Brasília ‘surubar’, Mendonça ia para estudar. É pós graduado em direito tributário, conhece bem as finanças. Conhece a economia do país, se notabilizou na área da Segurança Pública, e é respeitado no Brasil inteiro. E é coisa rara a gente ver um político de Sergipe respeitado no cenário nacional”, disse.

Ainda segundo ele, sua decisão de retornar à política partidária e deveu à ida de Mendonça Prado para o PPS, com pré-candidatura a governador. “Me veio um alento e uma intuição na alma para ajudar Sergipe a tirar a política da mão de bandidos, que fazem da política um meio de se locupletar. E além de Mendonça ser o quadro mais preparado, eu sou testemunha que ele é decente, porque não fez patrimônio na política. Está há 30 anos na política, e o patrimônio dele é um apartamento que ele e a ex-esposa estão vendendo, enquanto ele está morando de favor na casa da irmã. Eu não tenho dúvida de que ele é a novidade dessa eleição”, pontuou.

A rasgação de seda preparou o terreno para o desfecho: “Eu não vou retirar minha pré-candidatura. Eu vou estar com Mendonça aonde ele estiver”, concluiu João Fontes.


|Por Soma Notícias
|Foto: Reprodução/Redes Sociais

FOTO CAMISA

O ano de 2017 foi marcado pelo forte trabalho social realizado pelo vereador Dr. Gonzaga (PMDB) junto às comunidades carentes de Aracaju. Além disso, o parlamentar também apresentou diversos projetos e indicações, na Câmara Municipal, e usou a tribuna para fazer alertas e cobrar ações do Poder Público em favor da população. O vereador comemora as conquistas alcançadas e termina o ano com a aprovação de um importante projeto de lei, que versa sobre a instalação do “botão de pânico” nos ônibus urbanos. 

Dr. Gonzaga cita o Programa Vereador em Ação como um destaque do ano. Segundo ele, foi graças ao envolvimento de órgãos públicos estaduais e municipais, empresas privadas e profissionais liberais voluntários que o projeto ganhou força. “A edição realizada em julho, no Lamarão, foi um sucesso e recebeu centenas de pessoas que receberam, gratuitamente, uma variedade de serviços gratuitos e exames médicos”, relembrou o vereador.

O programa fez tanto sucesso que ganhou uma segunda edição no segundo semestre de 2017, com uma ação voltada para as mulheres, como parte do movimento global Outubro Rosa. O parlamentar se orgulha de ter conseguido trazer a carreta do Hospital do Câncer de Barretos para Aracaju, numa ação inédita, fruto da parceria com Senador Eduardo Amorim (PSC). “Foram 40 mulheres cadastradas para realizar o exame de mamografia, seguindo os critérios do HCB. Mas, mesmo aquelas que não puderam fazer o cadastro antes e compareceram ao local com a documentação solicitada, foram bem recebidas e atendidas na Unidade Móvel”, explicou.

Além dessas ações, o vereador também participou ativamente de outros movimentos para a prevenção do câncer. Uma delas foi a Semana de Prevenção ao Câncer de Boca, campanha que acontece todo mês de outubro, em cumprimento a Lei Municipal 3.764, de sua autoria. Já durante o Novembro Azul, o parlamentar usou a tribuna para fazer um alerta sobre o câncer de próstata e reforçou a necessidade dos homens cuidarem mais da saúde.

Outro ponto destacado por ele foi a aprovação, na Câmara, do Projeto de Lei de sua autoria que obriga instalação de 'botão de pânico' nos ônibus do sistema de transporte público de Aracaju. “Foi um importante passo para trazer mais segurança aos profissionais e usuários do transporte público da capital”, comemorou o vereador que ainda disse estar agradecido pelo ano que termina.

“Agradeço a todos que estiveram comigo ao longo desses doze meses e contribuíram com meu trabalho na Câmara, no gabinete e nas ruas, em todas as nossas ações sociais. Ano que vem, espero alcançar ainda mais realizações para o povo de Aracaju”, finalizou.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto: Gilton Rosas

Mendonça Prado

Depois da polêmica acerca da disputa pelo comando do PODEMOS entre Sukita e Zezinho Sobral, agora o partido concorrido é o DEM. Convidado para assumir a presidência do diretório estadual pela senadora Maria do Carmo, após a renúncia de Ana Alves (confira), Mendonça Prado anunciou que aceitará o convite em entrevista coletiva concedida ontem, 19, à imprensa.

Contudo, há rumores acerca da possibilidade de ser Laércio Oliveira o nome escolhido pela Executiva Nacional do partido. Ao Soma Notícias, a assessoria do deputado confirmou que Laércio recebeu não só o convite do DEM, mas também de outras legendas, porém, se mantém no Solidariedade, até então.

Procurada pelo Soma Notícias, a senadora Maria do Carmo Alves afirmou com veemência que não conversou com Laércio Oliveira sobre assuntos relacionados ao DEM. “Estou de licença médica há mais de 30 dias e estou sem contato com o pessoal de Brasília desde então”, afirmou a senadora.

Mendonça concedeu entrevista ao radialista George Magalhães na manhã desta quarta-feira, 20, e acusou Laércio de querer lhe tirar o partido. Em tom ríspido, teceu críticas severas ao deputado, se referindo à sua costumeira aliança com os governadores eleitos para beneficiar sua empresa de terceirização. Não mediu palavras ao chamar o deputado de “escravocrata e aproveitador”.

O aviso de Mendonça acerca da desistência da filiação ao PPS foi precedido de outra polêmica, considerando que João Fontes botou a boca no mundo e anunciou o aceite de antes mesmo que Mendonça o tivesse feito. Isso gerou certa divergência do pré-candidato ao senado pelo PPS com o presidente do partido, Clóvis Silveira, que afirmou – em entrevista a um programa radiofônico matinal – que João Fontes não deveria ter falado sobre o assunto em nome do PPS, se o partido ainda não havia discutido a questão internamente.

Visivelmente animado em retornar ao DEM – onde esteve por 30 anos -, Mendonça vem reafirmando sua gratidão a Clóvis Silveira pelo convite e pela acolhida. Clóvis, contudo, não manifesta interesse em acompanhar a pré-candidatura de Mendonça ao Governo pelo DEM.



|Por Soma Notícias
|Foto: Reprodução/DEM

Lançamento do site café da manhã com jornalistas Fotos Marco Vieira 11

O prefeito Edvaldo Nogueira reuniu a imprensa sergipana, para um café de manhã de confraternização, nesta quarta-feira, 20, no qual apresentou um balanço das realizações do primeiro ano do seu governo e lançou o novo site da prefeitura de Aracaju. O evento contou com a presença de jornalistas e radialistas dos principais veículos de comunicação do Estado.

“O primeiro ano da nossa gestão foi complexo, de muito trabalho, mas chegamos ao seu final com a cidade em situação melhor quando comparado ao que vivemos no final de 2016. Há um ano, os servidores estavam sem receber os seus salários, o lixo tomava conta das cidades, as escolas estavam paralisadas, foi um momento muito difícil. Hoje, um ano depois, o clima é outro. A cidade está limpa, os servidores recebem os seus salários em dia, estamos realizando recapeamento e os serviços públicos municipais estão funcionando. Foi um ano de vitória”, afirmou Edvaldo.

O gestor municipal elencou os principais avanços dos primeiros 12 meses da sua gestão. “Pagamos R$ 120 milhões de salários atrasados do ano anterior, mesmo com dívida herdada de R$ 540 milhões. Para se ter uma ideia do trabalho que realizamos, eu sou o prefeito que, em 11 meses, paguei 13 folhas salariais. E hoje estamos pagando a segunda parcela do 13º salário. Já são mais de R$ 900 milhões investidos nos salários dos servidores. As escolas estão funcionando, os postos de saúde já têm 80% dos remédios, a coleta do lixo está ocorrendo regularmente, temos ações em todas as áreas”, reforçou.

Na apresentação, Edvaldo destacou a realização dos processos seletivos para contratação de novos profissionais para a Saúde, Educação, Assistência Social e Obras; retomada do pagamento da gratificação por titulação e do avanço da letra aos servidores; retomada dos contratos de manutenção e reforma de escolas e unidades de saúde; retomada e finalização de diversas obras, entre as quais o Centro de Esporte e Artes do bairro Olaria, duas escolas e um posto de saúde no bairro 17 de Março, a interligação entre os bairros Santa Maria e 17 de Março; a infraestrutura do Jardim Petrópolis, do Moema Mary e do Japãozinho, além da ampliação da Escola Carvalho Neto.

Também foi destacado pelo prefeito o cumprimento de compromissos firmados com os aracajuanos como a revogação do aumento anual de 30% do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU); a licitação da limpeza pública; ações da Guarda Municipal no combate à criminalidade nos terminais de ônibus, além da realização de ações inovadoras e criativas como a criação da Área de Proteção á Prática do Ciclismo, o programa Ocupe a Praça e Quinta Instrumental, e a padronização das feiras livres.

“Para um ano de muitas dificuldades, soubemos trabalhar com planejamento, organização e corte de despesas”, frisou o prefeito, apontando como prova disso a evolução de Aracaju no ranking nacional de capitais (é a 2ª do país) que mais reduziram gastos. “Só com a redução de cargos comissionados, a economia foi de R$ 20 milhões. Reduzimos despesas correntes em R$ 60 milhões. Cortamos na própria carne. Estes recursos foram usados no recapeamento, em outras obras, no pagamento dos salários. Fizemos aquilo que uma gestão moderna, eficiente, democrática e voltada para a sociedade deve realizar”, ressaltou.

Lançamento do site café da manhã com jornalistas Fotos Marco Vieira 9

Para o novo ano, Edvaldo fez um prognóstico positivo. “A gente seguirá trabalhando muito. Temos ainda dificuldades a enfrentar, mas continuaremos dando prioridade ao pagamento dos salários dos servidores, ao recapeamento, à Saúde e à Educação, além de colocar em andamento mais R$ 300 milhões em obras, fruto do nosso planejamento e trabalho, que irão mudar a face da cidade”, anunciou.

Novo site

O secretário municipal da Comunicação Social, Luciano Correia, fez a apresentação do novo portal de notícias e serviços da Prefeitura de Aracaju. “É um site que dialoga com a inovação, disponibilizando os serviços da prefeitura, estimulando a interatividade com o cidadão, e apontando para um processo de reformulação de tudo o que a gente entende de comunicação com o público”, destacou.

Ele apontou ainda como novidade o lançamento da TV PMA, que oferecerá conteúdo exclusivo nas plataformas de vídeos existentes, sobretudo o Youtube. “Queremos radicalizar o conceito de comunicação contínua, interagindo com o cidadão e inserindo o nosso projeto de Comunicação dentro do projeto maior de cidade inteligente, que está sendo implementado em Aracaju”, afirmou.

O prefeito parabenizou o secretário e toda a sua equipe pelo trabalho de reformulação do site. “Está mais clean, mais leve, tem maior interatividade, com a presença de todos os serviços da Prefeitura, tendo como compromisso dar respostas aos cidadãos. É um avanço”, avaliou.

O novo site oferece ao cidadão todas as possibilidades atuais de comunicação, com uma agência de notícias, um canal de serviços, áreas exclusivas para fotos e vídeos, além de ampliar as informações para o turista sobre a cidade e a interação mais moderna através das redes sociais. O endereço do portal é aracaju.se.gov.br.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Fotos: Marco Vieira/PMA

President Lula in 2006

O Partido dos Trabalhadores aprovou resolução neste sábado em apoio à candidatura ao Planalto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2018.

A resolução adotada na reunião do Diretório Nacional do Partido, reunido na última sexta-feira e sábado em São Paulo, convoca ainda seus filiados a contruibuírem para uma “tática eleitoral” que permita a eleição de fortes bancadas parlamentares “de esquerda”, de forma a modificar o atual quadro conservador do Congresso Nacional.

“Chegamos ao ano eleitoral de 2018 com a candidatura do presidente Lula consolidada de tal forma que não pertence mais ao PT; pertence ao povo brasileiro. Cabe a nós defender a candidatura contra os ataques sistemáticos dos golpistas, que vão usar todos os meios para tentar impedir que o povo manifeste sua vontade nas eleições”, diz a resolução.

“A inédita celeridade com que o Tribunal Regional Federal da 4a Região marcou o julgamento é mais um casuísmo imposto ao Presidente Lula por setores do sistema judicial. Se ousarem condenar Lula, estarão comprovando a natureza política de todo o processo.”

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcou para o dia 24 de janeiro o julgamento de recurso do ex-presidente Lula na ação em que o petista foi condenado pelo juiz Sérgio Moro no caso do tríplex do Guarujá.

Lula vem liderando os cenários de disputas em pesquisas eleitorais.

|Fonte: Reuters

Sobre Nós

O Soma Notícias é um projeto voltado para garantir que a notícia chegue até o leitor de forma qualificada, com a confiabilidade necessária, numa forma de reportar à toda sociedade assuntos que são de interesse público. Como vivemos um momento diferenciado na comunicação, em que a importância de quem consome a notícia é mais valorizada do que nunca, o Soma Notícias vem para se somar ao objetivo de termos uma sociedade cada vez mais justa, plural e ciente de que os direitos e os deveres dos cidadãos se aplicam a todos, sem exceção. E isso só é possível se tivermos acesso a uma gama de informações confiáveis, que não abram espaço para a dúvida quanto a sua procedência. Essa é a missão do Soma Notícias. E é para executá-la que aqui estamos!

Newsletter

Deixe seu melhor e-mail para receber novidades e/ou promoções.
Somos contra Spam!