Soma Notícias

Soma Notícias

IMG 20180217 WA0083
 
Após uma tarde de muita chuva e fortes ventos, desabou, neste sábado (17), o ginásio da AABB (Associação Atlética do Banco do Brasil) localizada no município de Capela.
 
Informações preliminares prestadas por moradores dão conta que o local se encontrava em "estado deplorável" há bastante tempo, levando as fortes chuvas à ruína da estrutura no dia de hoje.
 
Ninguém ficou ferido. Os moradores revelam que a quadra já estava interditada em razão da queda anterior de uma parte do telhado. As outras partes do clube permaneceram funcionando, mas posteriormenre também foram desativadas devido à ausência de saída de emergência. 
 
A funcionária pública capelense, Fernanda Melo, conta que passou parte da infância e adolescência frequentando o local. Ela revela sua tristeza com a fatalidade. "Minha família era associada e sempre estávamos no clube. Vivi dias incríveis ali e tenho muitas lembranças do local. Quando soube do desabamento, fiquei profundamente triste", lamenta.
 
A qualquer momento, traremos mais informações.
 
IMG 20180217 WA0082
 
|Por Soma Noticias
|Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Nesta sexta (16), os Promotores de Justiça do Patrimônio Público de Aracaju ouviram o Vereador Juvêncio Oliveira no âmbito da Operação Caça-Fantasmas. Juvêncio se apresentou espontaneamente na sede do Ministério Público Estadual para prestar esclarecimentos sobre as investigações do parquet estadual acerca de indícios da existência de servidores ilegais na Secretária Municipal de Articulação Política e Relações Institucionais – SEAPRI [hoje extinta], criada na época da gestão de João Alves Filho na Prefeitura de Aracaju.

O parlamentar ainda não havia sido notificado formalmente a prestar declarações, mas se antecipou e os Promotores de Justiça concordaram em ouvi-lo de pronto. Juvêncio afirmou, com exclusividade, ao Soma+ Notícias que a antecipação foi decidida por ele com o objetivo de colaborar com todo o procedimento, haja vista que ele já estava em andamento. “De forma resumida, a intenção maior era apresentar o que seria da minha responsabilidade e aquilo que não era. Ficarei no aguardo da conclusão do procedimento. Enquanto ele segue, temos que acompanhar o desenrolar”, pontuou o parlamentar.

Segundo divulgado pelo MPE, acompanhado por advogado, Juvencio negou conhecimento acerca de servidores fantasmas ou em situação de nepotismo na secretaria por ele chefiada. Entretanto, teria admitido a existência de diversos familiares ligados a pessoas vinculadas ao DEM - Partido Democratas em Sergipe, desconhecidos do próprio Secretário Municipal, na folha de pagamento da SEAPRI, com remunerações mensais vultuosas, atribuindo tais nomeações ao ex-Prefeito João Alves e à sua irmã, então Secretária Municipal de Governo.

As declarações do parlamentar foram gravadas em áudio e vídeo pelos Promotores de Justiça que conduziram a oitiva e, na ocasião, o ex-Secretário Municipal prestou esclarecimentos também em relação a desvios financeiros de verbas públicas da SEAPRI, realizados por um ex-servidor da casa, que fazia uso das senhas bancárias pessoais do próprio Secretário e do Diretor Financeiro Ricardo.

As investigações vão prosseguir no Ministério Público Estadual, com a oitiva de outras pessoas envolvidas no caso.


|Por Soma Notícias – com informações de Ascom MPE
|Foto: César de Oliveira

9a591d9b 2252 4cf8 a8a3 e8252f95226f

No dia 08 de janeiro, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) anunciou a entrega da ordem de serviço para obra de reforma, adequação e conclusão da Unidade Materno Infantil do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS). À época, foi divulgado que o prédio, orçado em cerca de R$ 15,7 milhões, visa garantir para a população sergipana um espaço de 6.952m², com seis pavimentos e 118 leitos. A conclusão estava prevista para 540 dias.

Nesta sexta-feira, dia 16, durante encontro entre o líder do governo Congresso Nacional, André Moura (PSC/SE) com o reitor da UFS, Ângelo Antoniolli, e o superintendente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) em Lagarto, Valter Santana, foi pedido o apoio do parlamentar na conclusão da fazenda do Campus do Sertão – localizado em Nossa Senhora da Glória – e, também, anunciaram que as obras do Hospital Materno Infantil já foram efetivamente retomadas.

“Entendo que a educação é a única coisa que pode nos tornar ainda melhores enquanto sociedade, já me comprometi em buscar recursos para a implantação do laboratório de audiovisual”, informou Moura.

A ordem de serviço para conclusão da obra havia sido assinada no dia 13 de dezembro de 2017 pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, e foi possível através do trabalho de viabilização do líder André e do senador Eduardo Amorim (PSDB).

|Por Soma Notícias/Com informações da Universidade Federal de Sergipe
|Foto: Divulgação

exame calendário

Com o objetivo de reorganizar o cronograma de exames práticos de direção veicular dos candidatos à obtenção e adição de categorias na capital e interior do Estado, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE) realizará na próxima semana mutirões em algumas localidades. A ação deverá suprir a demanda reprimida por conta da paralisação dos examinadores, realizada nos dias 5, 6 e 7 de fevereiro. Os interessados devem procurar os Centros de Formação de Condutores (CFCs) para efetuarem o novo agendamento das provas práticas.

Os candidatos com processos vencidos entre os dias 5 de fevereiro e 9 de março terão atenção especial, sendo agendados para o dia 12 de março, em Aracaju, bastando procurar a Coordenação de Exames (Codex), na sede do Detran/SE. Devido à redistribuição de datas, os candidatos com provas marcadas para o dia 22 de fevereiro também sofrerão alteração de dia do exame, ficando reagendados para segunda-feira, dia 26.

No novo calendário, ficou reprogramada a realização de provas no pátio de Exames Práticos do Detran/SE, localizado no conjunto Sol Nascente, em Aracaju:

- Dia 19/02 (segunda-feira): candidatos com agendamento de provas no dia 05/02.
- Dia 20/02 (terça-feira): candidatos com provas no dia 06/02.
- Dia 22/02 (quinta-feira): candidatos com data programada no dia 07/02.
- Dia 26/02 (segunda-feira): candidatos com avaliações no dia 22/02.

INTERIOR
Para melhor adequação dos exames práticos de direção veicular ao plano de contenção de gastos proposto pelo Governo do Estado, o Detran/SE reformulou o planejamento de aplicação de provas no interior, a exemplo da inserção do município de Nossa Senhora da Glória, que passa a atender a população do Alto Sertão Sergipano, e a migração da demanda de Tobias Barreto para a cidade de Lagarto. Ainda seguindo a readequação do cronograma, candidatos com provas para o dia 21 de fevereiro em Itabaiana serão remarcados para a segunda-feira, dia 26. Já aqueles com agendamento para o dia 20 em Propriá serão reagendados para o dia 5 de março no mesmo município.

Segue abaixo cronograma do interior do Estado:
- Dia 16/02 (sexta-feira)/ Lagarto: candidatos com exames dia 09/02 e os que já estão agendados para esta data. 
- Dia 21/02 (quarta-feira)/ Itabaiana: candidatos que tiveram provas agendadas dia 07/02.
- Dia 26/02 (segunda-feira)/ Itabaiana: candidatos com avaliações no dia 21/02.
- Dia 27/02 (terça-feira)/ Estância: candidatos com avaliações no dia 08/02 junto com os que estão agendados para esta data. 
- Dia 1º/03 (quinta-feira)/ Carmópolis: candidatos que tiveram provas marcadas no dia 15/02.
- Dia 05/03 (segunda-feira)/ Propriá: candidatos com agendamentos no dia 20/02.
- Dia 12/03 (segunda-feira)/ N. Sra. Glória: candidatos com provas marcadas no dia 22/02.

 Redistribuição/ Transferência de candidatos para outras cidades:
 - Dia 12/03 (segunda-feira)/ Nossa Senhora da Glória: candidatos que realizavam provas em Canindé do São Francisco e com agendamentos no dia 06/02
- Lagarto/ Sextas (Calendário Anual): candidatos com exames práticos em Tobias Barreto com avaliações marcadas nos dias 19 de fevereiro e 1º de março


|Fonte e imagem: Detran/SE

Sen Ronaldo Calado Valter Campanato Agência BrasilA decisão do governo federal de intervir na segurança do estado do Rio de Janeiro foi criticada por parlamentares de oposição no Congresso Nacional e considerada correta pelos aliados. Os oposicionistas argumentam que o objetivo da intervenção federal é "tirar o foco” de pautas impopulares, como a reforma da Previdência.

Já os aliados, como o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), consideram a medida acertada e lembram que é preciso garantir que os criminosos sejam presos e não se transfiram do Rio de Janeiro para outros estados.

"Concordo com essa ação, tanto é que já solicitei há algum tempo a presença das Força Armadas e da Força Nacional na região do Entorno de Brasília, onde a situação se assemelha à do Rio de Janeiro. É preciso agora uma ação para que os criminosos sejam presos e não se refugiem em outros estados.", disse Caiado, por meio de nota.

Representante do Rio de Janeiro na Câmara, a deputada Jandira Feghali (PCdoB) destaca "um aspecto visível" na assinatura do decreto de intervenção: a tentativa de ganhar respaldo popular, de sair da impopularidade, que é marcante na conjuntura política.

"Eles tentam sair de uma pauta impopular, que é a [reforma da] Previdênciam e passar para uma pauta popular, de defesa da vida das pessoas, como se este governo defendesse a vida de alguém. Jogada de risco, obviamente”, afirmou Jandira Feghali.

Para o líder do PSOL, Ivan Valente (SP), o governo tenta, além de tirar a Previdência da pauta, desestimular a investigação da Polícia Federal sobre o Decreto dos Portos, assinado por Michel Temer para, supostamente, beneficiar uma empresa (Rodrimax, que opera no Porto de Santos, São Paulo). Valente disse que o problema da segurança deve ser resolvido por meio de outras medidas.

Dep Ivan Valente Antônio Cruz Agencia Brasil

“A intervenção federal no Rio de Janeiro é, na verdade, uma grande cortina de fumaça do governo Temer, para evitar dizer à sociedade que foi derrotado na reforma da Previdência, que retira direitos dos trabalhadores. Mais do que isso, essa intervenção militar não resolve nada. O povo do Rio e do Brasil inteiro espera que a segurança seja resolvida também com saúde, educação, emprego, inteligência policial, e isso não se tem condições de garantir”, afirmou Valente.


Marun: discussão da Previdência continua
Em nota, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que a intervenção federal não vai impedir a continuidade das negociações pela busca de apoio para aprovação da reforma da Previdência. Marun confirmou, para a próxima segunda-feira (19), uma reunião de líderes dos partidos da base com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir estratégias sobre a tramitação da proposta.

“A nossa Constituição veda claramente o seu próprio emendamento durante a vigência de intervenção federal em estados da Federação, não cabendo aí qualquer interpretação que não seja a literal. Os Poderes Executivo e Legislativo praticam o absoluto respeito aos termos constitucionais e, portanto, ela não será emendada durante a vigência da intervenção. Todavia a Constituição não veda a discussão de temas, e elas [discussões] continuarão acontecendo”, diz trecho da nota.


|Fonte: Agência Brasil
|Fotos: Valter Campanato e Antônio Cruz /Agência Brasil

general walter souza braga netto.jpg

O decreto assinado hoje (16) pelo presidente Michel Temer nomeia o general Walter Souza Braga Netto interventor na segurança pública do estado do Rio. O texto dá plenos poderes para o general Braga Netto atuar em todo setor de segurança fluminense, ou seja, as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros Militar. “O objetivo da intervenção é pôr termo a grave comprometimento da ordem pública no Estado do Rio de Janeiro”, diz o decreto.

Braga Netto estará subordinado do presidente da República e terá plenos poderes “para requisitar a quaisquer órgãos, civis e militares, da administração pública federal, os meios necessários para consecução do objetivo da intervenção”. Além disso, segundo o texto, “exercerá o controle operacional de todos os órgãos estaduais de segurança pública previstos no Art. 144 da Constituição e no Título V da Constituição do Estado do Rio de Janeiro”.

O general é comandante militar do Leste desde setembro de 2016 e foi um dos responsáveis pelo plano de segurança para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Durante o evento esportivo, ele atuou como coordenador-geral da Assessoria Especial para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Comando Militar do Leste, que na época era comandado pelo general Fernando Azevedo e Silva.

Braga Netto é mineiro de Belo Horizonte e tem um currículo que inclui o comando do 1º Regimento de Carros de Combate e a chefia do Estado-Maior da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada e do Comando Militar do Oeste. No Comando Militar do Leste, o general coordena, controla e executa atividades administrativas e logísticas do Exército Brasileiro em três estados: Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

Tal área de atuação abrange mais de 50 mil militares, o que significa 24% do efetivo da Força Terrestre do Brasil. Segundo o Ministério da Defesa, esta é a maior concentração de tropas e escolas militares da América Latina.

Durante o período da intervenção federal no Rio, segundo o Artigo 4º,  poderão ser requisitados “os bens, serviços e servidores afetos às áreas da Secretaria de Estado de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, para emprego nas ações de segurança pública determinadas pelo interventor”.

A intervenção irá até 31 de dezembro de 2018 e entra em vigor a partir da publicação do decreto no Diário Oficial da União.

Veja abaixo a íntegra do decreto:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso X, da Constituição,

DECRETA:

Art. 1º Fica decretada intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro até 31 de dezembro de 2018.

§ 1º A intervenção de que trata o caput se limita à área de segurança pública, conforme o disposto no Capítulo III do Título V da Constituição e no Título V da Constituição do Estado do Rio de Janeiro.

§ 2º O objetivo da intervenção é pôr termo a grave comprometimento da ordem pública no Estado do Rio de Janeiro.

Art. 2º Fica nomeado para o cargo de Interventor o General de Exército Walter Souza Braga Netto.

Parágrafo único. O cargo de Interventor é de natureza militar.

Art. 3º As atribuições do Interventor são aquelas previstas no art. 145 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro necessárias às ações de segurança pública, previstas no Título V da Constituição do Estado do Rio de Janeiro.

§ 1º O Interventor fica subordinado ao Presidente da República e não está sujeito às normas estaduais que conflitarem com as medidas necessárias à execução da intervenção.

§ 2º O Interventor poderá requisitar, se necessário, os recursos financeiros, tecnológicos, estruturais e humanos do Estado do Rio de Janeiro afetos ao objeto e necessários à consecução do objetivo da intervenção.

§ 3º O Interventor poderá requisitar a quaisquer órgãos, civis e militares, da administração pública federal, os meios necessários para consecução do objetivo da intervenção.

§ 4º As atribuições previstas no art. 145 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro que não tiverem relação direta ou indireta com a segurança pública permanecerão sob a titularidade do Governador do Estado do Rio de Janeiro.

§ 5º O Interventor, no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, exercerá o controle operacional de todos os órgãos estaduais de segurança pública previstos no art. 144 da Constituição e no Título V da Constituição do Estado do Rio de Janeiro.

Art. 4º Poderão ser requisitados, durante o período da intervenção, os bens, serviços e servidores afetos às áreas da Secretaria de Estado de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, para emprego nas ações de segurança pública determinadas pelo Interventor.

Art. 5º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

 

|Fonte: Agência Brasil
|Foto: Reprodução/Comando Militar do Leste

 

Cestas SEIDH Janaína Dutra 4

No acumulado dos últimos 12 meses, nenhuma capital nordestina registrou incremento no preço da cesta básica. As maiores reduções foram verificadas em Salvador (-6,4%), São Luís (-4,2%) e João Pessoa (-4,1%). Seguiram Aracaju (-2,9%), Recife (-2,8%), Fortaleza (-1,8%) e Natal (-0,8%). Em janeiro, no entanto, houve expressivas elevações em todas elas. A pesquisa não foi realizada em Maceió e Teresina.

Aracaju
Além de registrar a quarta maior baixa acumulada do Nordeste, Aracaju tem a menor alta da região (+2,9%) em janeiro. No mês, os moradores da capital sergipana compraram os 13 produtos da cesta ao preço médio de R$ 349,97. Segundo a pesquisa, o valor corresponde ao segundo menor preço da região Nordeste, atrás apenas do valor apurado em Salvador (R$ 333,98).

Nordeste
Em termos de valores monetários, Fortaleza permanece com a cesta básica mais cara no Nordeste (R$ 387,61). A cesta básica dos fortalezenses é 8,1% maior que o valor da cesta regional (R$ 358,66) e supera em 16% a cesta mais barata da Região, a de Salvador (R$ 333,98). O custo da cesta básica nas demais capitais é: João Pessoa (R$ 368,76), Natal (R$ 360,48), Recife (R$ 356,47), São Luís (R$ 355,22) e Aracaju (R$ 349,97).

As variações mais expressivas em 12 meses ocorreram no preço da banana (+12,1%) em Recife e tomate (+5,5%) e pão (+4,4%) em Salvador. As maiores retrações foram verificadas no preço do feijão (-43,8%) e da banana (-13,2%), ambos em Salvador, e leite (-12,8%) em Recife.

O trabalho do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), área do Banco do Nordeste que analisa dados do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese), conclui que os aumentos da cesta básica têm superado a variação da inflação do país. Em conseqüência, as famílias de baixa renda são penalizadas.


|Fonte: BNB

Na manhã desta sexta-feira (16), um homem foi assassinado num dos trechos da Rodovia dos Náufragos, próximo ao povoado Robalo, Zona de Expansão de Aracaju. A vítima, identificada como Florisval Silva Silveira, de 35 anos, estava em um ponto de ônibus quando recebeu os disparos de arma de fogo e morreu no local.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima estava sozinha no momento em que foi abordada pelos criminosos. E os primeiros levantamentos apontam que o crime pode ter sido de execução, pois nenhum pertence do homem foi levado pelos criminosos.

Os institutos Médico Legal e de Criminalística estiveram no local para recolhimento do corpo e realização de perícia.

A Polícia Civil deve assumir as investigações do crime.

|Por Soma Notícias
|Foto: Ilustração

Lucas Campelo Foto Melissa Wawirck
É hoje (sexta-feira,16) que Lucas Campelo reverencia o mestre “Dominguinhos, Através” de um encontro entre gerações de sanfoneiras e sanfoneiros sergipanos. Numa ritualística roda de sanfona, 15 músicos reviverão, a partir das 20h, as histórias embaladas pelo versátil instrumentista, cantor e compositor brasileiro Dominguinhos. O Café da Gente – anexo ao Museu da Gente Sergipana – será o palco para reacender os caminhos do mestre sanfoneiro, que consolidou uma carreira musical própria, englobando diversos gêneros musicais.

Em cada música entoada, uma história que remonta a momentos da vida de Dominguinhos será revivida, num percurso conduzido pelo sanfoneiro e educador musical Lucas Campelo e enriquecido pelas participações de novos e de experientes instrumentistas do acordeon, contando ainda com a presença de integrantes da Sanfônica, grupo sergipano antes chamado Orquestra Sanfônica de Aracaju.

Com roteiro e produção de Lucas Campelo e belo cenário de Ana Ramos, o show terá as participações das sanfoneiras e sanfoneiros Geunice Madrinha, Marcela Miranda, Erivaldo de Carira, Edgard do Acordeon, Evanilson Vieira, Glauber Santos, Eduardo Matos, Adriano Ribeiro, Maiky Wiliam, Luiz Rodrigues e Robertinho dos Oito Baixos, que serão harmonizados ainda pelo triângulo de Ismark Nascimento, a zabumba de Sidcley Santos e o contrabaixo de Denisson Cleber. 

Em sua quarta edição anual, o show "Dominguinhos, Através” é fruto da pesquisa de mestrado de Lucas Campelo sobre o processo de aprendizagem musical de Seu Domingos de Morais, e celebra o nascimento do músico pelo dia 12 de fevereiro. Na sua última edição, o evento contou com a participação da cantora e compositora brasileira Anastácia, parceira de vida do mestre sanfoneiro natural de Garanhuns-PE, que faleceu em 2013. “Em nossa noite de reencontros, buscamos compartilhar e acessar nossas memórias através dos caminhos desse gênio musical, assim como das participações especiais”, conta o sanfoneiro aracajuano.

Ingressos serão vendidos na hora, na bilheteria do Café, pelo preço de R$ 20.

|Por Soma Notícias – com informações da Assessoria

|Foto: Melissa Wawirck

alckmin huck

A desistência de Luciano Huck da eleição presidencial de 2018, confirmada por sua assessoria de imprensa, tende a beneficiar a candidatura do governador de São Paulo Geraldo Alckmin, ainda que o quadro para a disputa permaneça fragmentado.

“Com Huck desistindo da candidatura, Alckmin tende a consolidar a candidatura ao centro”, diz Carlos Melo, cientista político e professor do Insper.

“Pode haver outras candidaturas, como a de Henrique Meirelles e a de João Doria, mas a tendência é que ele seja o candidato mais forte ao centro”, disse Melo, em entrevista por telefone.

Alckmin é o candidato dentro da centro-direita que mais pode atrair apoio do meio político, da sociedade e do establishment para ser próximo presidente da República, disse Richard Back, analista político da XP Investimentos. “É bom para Alckmin porque ele vai sobrando como candidato dessa coalizão.”

Na avaliação de Christopher Garman, diretor executivo para Américas da Eurasia, apesar de Alckmin ganhar força, o risco para o mercado aumenta com a decisão de Huck, já que não há um “candidato reformista claro com credenciais anti-establishment”.

Até o momento, os nomes apontados como reformistas e localizados mais ao centro do espectro político não deslancharam nas pesquisas eleitorais. Em pesquisa Datafolha divulgada no fim de janeiro, Alckmin e Huck apareceram tecnicamente empatados, com 8% cada.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem liderado as pesquisas de intenção de voto, seguido pelo deputado Jair Bolsonaro, mas enfrentou um recente revés após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região manter sua condenação de maneira unânime. A decisão reduz o risco político em torno da eleição, de acordo com analistas, mas não elimina a busca do mercado financeiro por um candidato que dê sequência à atual agenda de reformas do governo de Michel Temer.

Para Lucas de Aragão, sócio da Arko Advice, a saída de Huck, junto com a decisão contrária a Lula no TRF-4, é boa notícia para Alckmin e para o grupo mais moderado de centro-direita. “Sem Huck, a tendência é que estrutura tucana ou governista se consolide mais adiante”, diz Aragão.

A grande pergunta da eleição agora é se o atual governo terá ou não candidato, segundo Aragão. Para Melo, do Insper, será necessário verificar quem aglutinará os votos da esquerda e acompanhar de perto o desempenho de Jair Bolsonaro. “Bolsonaro tem um eleitorado em torno de 15% a 20% consolidado e é competitivo no 1º turno.”

Huck era o presidenciável com o maior número de seguidores no Twitter até o dia 15 de fevereiro – quase 13 milhões. Mesmo após publicar um artigo na Folha de S. Paulo em novembro afirmando que não iria pleitear espaço nesta eleição, ainda havia alguma dúvida remanescente a respeito de suas intenções.

|Fonte: Exame
|Foto: Reprodução/Internet

Pagina 1 de 170

Sobre Nós

O Soma Notícias é um projeto voltado para garantir que a notícia chegue até o leitor de forma qualificada, com a confiabilidade necessária, numa forma de reportar à toda sociedade assuntos que são de interesse público. Como vivemos um momento diferenciado na comunicação, em que a importância de quem consome a notícia é mais valorizada do que nunca, o Soma Notícias vem para se somar ao objetivo de termos uma sociedade cada vez mais justa, plural e ciente de que os direitos e os deveres dos cidadãos se aplicam a todos, sem exceção. E isso só é possível se tivermos acesso a uma gama de informações confiáveis, que não abram espaço para a dúvida quanto a sua procedência. Essa é a missão do Soma Notícias. E é para executá-la que aqui estamos!

Newsletter

Deixe seu melhor e-mail para receber novidades e/ou promoções.
Somos contra Spam!