Municípios

Moradores de rua atearam fogo na área de autoatendimento de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), localizada na Avenida Mariano Salmeiron, no bairro Siqueira Campos, zona Oeste da capital sergipana. O fato aconteceu na madrugada desta quinta-feira (16) e o Corpo de Bombeiros Militares de Sergipe (CBM/SE) foi acionado para conter as chamas.

De acordo com informações de populares, alguns homens colocaram papelão em cima dos cashs eletrônicos e incendiaram. As chamas atingiram e danificaram um equipamento.

Segundo a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, logo após o ato de vandalismo, os homens fugiram. Contudo, as câmeras de segurança da agencia poderão ajudar na identificação dos suspeitos.

O equipamento atingido foi interditado.

|Por Soma Notícias
|Foto: Divulgação/CBM

otávio

O prefeito Otávio Sobral, acompanhado do secretário de Assuntos Jurídicos, Marcelo Sobral, participou de reunião na manhã desta terça-feira, 14, com o procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT-SE), Adroaldo Bispo, o reitor da Universidade Federal de Sergipe, Ângelo Antoniolli, e representantes da Associação de Moradores do povoado Ilha Mem de Sá, para assinatura do Termo de Cooperação Técnica, que oficializa a implantação de ações de extensão da UFS na comunidade.

O prefeito Otávio Sobral falou sobre a importância da assinatura do convênio e das ações que deverão ser implantadas na comunidade Ilha Mem de Sá. “É uma ação muito importante, pois os benefícios que trarão são de ampla relevância para o município, especialmente para a Ilha Mem de Sá e adjacências. Os moradores dessa região receberão ações em diversas áreas que valorizarão, ainda mais, aquela região, seja no âmbito do turismo, preservação ambiental, entre outros. Então nós assinamos o Termo de Cooperação e já damos um pontapé inicial nesse projeto”, afirmou o gestor municipal.

O reitor da Universidade Federal de Sergipe, Ângelo Antoniolli, destaca que esta é uma forma da UFS se aproximar. “É uma aproximação da universidade, dos saberes que nós temos e de uma discussão de que a universidade não pode ficar presa nela mesma. A pró-reitoria de extensão tem juntamente com o MPT uma discussão ampla, ao longo do tempo e culminou nessa integração com Itaporanga, porque haviam atividades dos nossos professores numa Ilha, que é a Ilha Mem de Sá”, disse, o reitor.

“Hoje a universidade tem engenharia de pesca, tem todos os cursos da saúde, tem cursos ligados ao desenvolvimento agrário, e isso faz com que possamos encontrar um lugar comum, onde os alunos possam conhecer essa realidade e contribuir para a transformação dessa realidade. É este exercício da universidade, junto com a Prefeitura de Itaporanga e com o Ministério Público do Trabalho, que está acontecendo hoje, estamos imbuídos das melhores das intenções no sentido de transferir os saberes para a comunidade, que está recebendo muito bem. Estamos entusiasmados. Itaporanga merece, há uma disposição, há uma vontade e nós devemos fazer isso onde há disposição e onde há vontade”, concluiu.

O procurador do Ministério Público do Trabalho, Adroaldo Bispo, destaca que o projeto que será implantado na Ilha Mem de Sá possui um grande diferencial. “O diferencial desse projeto é que ele não se limitará a apenas a pesquisa e ao final a apresentação de uma tese, ao contrário, o que teremos são pesquisadores que em conjunto com a comunidade, continuarão fazendo suas pesquisas, entretanto, levando o efetivo serviço que essa comunidade precisa”, diz.

A presidente da Associação de Comunitária da Ilha Mem de Sá, Joseilda dos Santos, diz que é algo bastante aguardado pela comunidade. “Esse projeto é muito importante pra Ilha, estávamos esperando justamente essa assinatura, esse fechamento de termo de convênio aqui para que possamos dar início aos trabalhos na comunidade, junto com a UFS, com os professores, inclusive já temos uma casa de apoio para os professores e estudantes. Agora vamos receber trabalhos na área de odontologia, engenharia civil, a construção de três consultórios médicos, a construção de uma unidade produtiva, a formação de uma cooperativa, então com essa assinatura sabemos que daqui vamos colher bons frutos”, afirmou.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto: Divulgação

23561522 1496486817055853 8934855735233180430 n

Uma tragédia marcou o feriado da família Souza, no povoado Mesinha, localizado no município de Feira Nova. Os irmãos José Wilson Santos Souza, 32, e Elenilson dos Santos Souza, 26, morreram afogados em um açude da região.

Segundo informações de populares, os jovens estavam pescando quando um deles se afogou. E, na tentativa de salvá-lo, o outro acabou se afogando também.  Os dois homens, moradores da região, morreram no local.

Os corpos dos dois homens foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Sergipe (IML) no final da noite de ontem, dia 15, e liberado no início da madrugada. O velório e sepultamento acontecem na manhã desta quinta-feira (16), no cemitério municipal de Feira Nova.

|Por Soma Notícias
|Foto: Divulgação/Redes Sociais

ssp

Um trabalho conjunto entre o Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) da Polícia Civil e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) culminou no cumprimento de 13 mandados de busca e apreensão nas cidades de Itabaiana, Lagarto e Campo do Brito. A ação fez parte da Operação Ceres, que investiga práticas ilegais envolvendo um grupo de empresários, que promove crimes contra a ordem tributária.

Durante execução, as equipes apreenderam mídias e dispositivos eletrônicos para analisar os controles de estoque de mercadorias e vendas, além de documentos que, segundo investigações, possam indicar condutas ilícitas.  

De acordo com a PC, há suspeitas de que os crimes praticados pelos empresários tenham gerado um déficit de R$ 150 milhões ao Estado. Isso, ainda segundo a Polícia Civil, motivado por fraudes no recolhimento de ICMS.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) informou que, em breve, realizará uma coletiva de imprensa para dar mais detalhes da operação

|Por Soma Notícias/Com informações da Polícia Civil
|Foto: Divulgação/Polícia Civil
 

lourenco

A pacata cidade de Pedrinhas, localizada a 89km da capital sergipana, presenciou uma cena inusitada, no último domingo (14), envolvendo autoridades políticas do munícipio. Segundo denúncia do vereador José Lourenço dos Campos (PSB), durante uma cavalgada, o esposo da atual prefeita, Jerônimo Trindade, conhecido popularmente como Jerônimo da Farmácia, o agrediu após uma discussão. O fato foi parar na polícia e virou assunto na região.

De acordo com o parlamentar supostamente agredido, houve uma discussão entre os dois envolvidos e, logo após o ocorrido, Lourenço alega que foi chicoteado pelo esposo da prefeita Mara da Farmácia (PDT). Nas redes sociais, circulam imagens em que o vereador mostram as marcas provocadas pela agressão.

Jerônimo, por sua vez, negou que tenha cometido qualquer tipo de ato violento contra Lourenço, mas confirmou que houve discussão verbal durante o evento. Contudo, ele afirmou que a briga teve, apenas, cunho político.

Como o marido da prefeita negou o ocorrido, o vereador disse que realizará exame de corpo delito e encaminhará o caso à justiça.

|Por Soma Notícias/Com informações do Blog Laelson Correia
|Foto: Divulgação/Redes Sociais

 

cavalo
Um cavalo foi retido na noite de domingo (12), depois que o proprietário se recusou a arcar com responsabilidade pelo prejuízo causado pelo animal, que danificou um automóvel com um coice. O fato aconteceu durante uma cavalgada na cidade de Nossa Senhora Aparecida.

"O cavalo é um bem. Um objeto. Apenas o instrumento com o qual o dano foi produzido. Sua retenção foi o meio encontrado pelos policiais para que os responsáveis tratassem com a vítima sobre a reparação do dano. Na manhã de hoje (13), quando as partes foram ouvidas na delegacia e entraram em acordo, o animal foi restituído ao proprietário", explicou o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM), major Sidney Barbosa.

O oficial destacou que em nenhum momento o animal sofreu maus tratos. "O cavalo foi colocado na área de serviço do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) e o homem que se apresentou como dono teve autorização para disponibilizar mais água e comida para o animal, até que a situação fosse resolvida na manhã de hoje", ressaltou Sidney Barbosa.


|Fonte: SSP
|Imagem: Divulgação Internet

saude fotos sergio silva 36 copia

Quem precisou de atendimento nos hospitais e unidades de saúde ligados à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nesta segunda-feira (13), foi recebido com uma surpresa: os médicos cruzaram os braços e iniciaram uma paralisação. Essa é a primeira atitude da classe, mas, de acordo com informações, não será a última. Segundo informações do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindmed), a categoria poderá entrar em greve caso os atrasos por parte da Prefeitura de Aracaju continuem.

Contudo, não foi somente a população que estranhou a limitação no atendimento. A SMS informou, por meio de nota, que desconhece a motivação, alegando que o pagamento dos aposentados – justificativa dada pelo Sindmend para a paralisação – já havia sido feito na semana passada.

“Fizemos o pagamento na última sexta-feira, dia 10, portanto entendemos que não é justificável essa paralisação. Não apoiamos essa atitude e, por isso, o ponto dos médicos que aderiram a essa paralisação será cortado”, explica a assessoria de comunicação da SMS.

A Secretaria disse, ainda, que apesar de muitos profissionais terem aderido a paralisação, as unidades funcionaram normalmente, dentro de suas limitações.

|Por Soma Notícias
|Foto: Sergio Silva/PMA

avemortaporassantesemparque

Bandidos armados mataram animais, agrediram funcionários e fizeram um verdadeiro arrastão em todos os setores. Parece cena de filme de terror, mas foi exatamente o que aconteceu no final da tarde do último domingo, dia 13, no Parque dos Falcões, localizado no município de Itabaiana, agreste sergipano.

O local, que funciona como centro de proteção, conservação, acolhimento e reabilitação de aves de rapina, foi invadido por seis homens logo após a visita de um grupo de turistas. O colaborador Alexandre Correia, divulgou um vídeo relatando o fato. Nele, o rapaz ainda com manchas de sangue pelo corpo, revelou como ação criminosa aconteceu. “Fomos ameaçados de morte e espancados pelos bandidos. Eles alegavam que os políticos corruptos eram os responsáveis por aquela ação. Mas nada justifica o que fizeram conosco e com os animais", diz um trecho do vídeo.

Além de matar alguns animais e agredir os funcionários, os bandidos levaram equipamentos eletrônicos do Parque, celulares e dois gaviões.

O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Regional de Itabaiana e um inquérito está sendo instaurado para apurar o crime. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) informou que todas as medidas necessárias serão tomadas. 

|Por Soma Notícias
|Foto: Reprodução/Redes Sociais

Sobre Nós

O Soma Notícias é um projeto voltado para garantir que a notícia chegue até o leitor de forma qualificada, com a confiabilidade necessária, numa forma de reportar à toda sociedade assuntos que são de interesse público. Como vivemos um momento diferenciado na comunicação, em que a importância de quem consome a notícia é mais valorizada do que nunca, o Soma Notícias vem para se somar ao objetivo de termos uma sociedade cada vez mais justa, plural e ciente de que os direitos e os deveres dos cidadãos se aplicam a todos, sem exceção. E isso só é possível se tivermos acesso a uma gama de informações confiáveis, que não abram espaço para a dúvida quanto a sua procedência. Essa é a missão do Soma Notícias. E é para executá-la que aqui estamos!

Newsletter

Deixe seu melhor e-mail para receber novidades e/ou promoções.
Somos contra Spam!