Notícias

operação luz na infância

A Polícia Civil de Sergipe, por meio do Departamento de Defraudações e Crimes Cibernéticos, e em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), deflagrou no início da manhã desta sexta-feira (20), a operação integrada Luz na Infância. A ação foi desencadeada em 24 estados brasileiros, incluindo Sergipe, e no Distrito Federal, com o objetivo de apurar crimes de exploração sexual contra crianças. Até o início da tarde, o Ministério da Justiça confirmou 104 prisões em flagrante. 

A ação é fruto de seis meses de investigação e resulta do aprimoramento do trabalho de inteligência de segurança pública e atuação em modelo de força tarefa, que reúne em um mesmo ambiente de trabalho policiais com expertise e capacitação na repressão aos crimes virtuais e de pedofilia. De acordo com a delegada geral de Polícia Civil, Katarina Feitoza, foi uma operação nunca vista antes de combate à pedofilia. "É um resultado de uma excelente parceria entre a Polícia Civil e a Perícia, porque sem ela nada seria possível. O êxito nos flagrantes foram justamente devido ao bom trabalho integrado”, afirmou.

Os alvos da Operação Luz na Infância foram identificados através de um levantamento de informações pela Senasp e a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil -Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE). Com base em informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, a Polícia Civil instaurou inquérito policial e representou pela buscas e apreensões junto ao Poder Judiciário, visando apreender computadores e dispositivos informáticos onde estão armazenados os conteúdos de pedofilia, indiciar e prender os criminosos.

Em Sergipe, a operação foi deflagrada pelas equipes do Departamento de Defraudações e Crimes Cibernéticos (DDCC),coordenadas pela delegada Rosana Freitas, com o apoio de agentes da Divisão de Inteligência (Dipol) e de outras unidades especializadas, para dar cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão. Cerca de 40 policiais participaram da operação que resultou na prisão em flagrante de quatro indivíduos, número esse recém atualizado.

A Perícia esteve presente em todos os momentos da operação e esse trabalho técnico foi o que possibilitou no flagrante. Foi uma colaboração entre o trabalho de campo realizado pela Polícia e o trabalho dos peritos que se empenharam”, comentou a delegada. Ela também adiciona que dois dos quatro presos são idosos, um tem origem estrangeira e o último criminoso tem aproximadamente 35 anos. Em Aracaju a operação realizou buscas em bairros como Aeroporto, Coroa do Meio, Centro e Zona de Expansão.

Luz na Infância
A operação foi intitulada Luz na Infância por serem bárbaros e nefastos os crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes. A internet facilita esse tipo de conduta criminosa e, via de regra, os criminosos agem nas sombras e guetos da rede mundial de computadores. Luz na Infância significa propiciar as crianças e adolescentes vítimas de abuso e violência sexual, o resgate da dignidade, bem como, tirar esses criminosos da escuridão, para que sejam julgados à luz da Justiça.


|Fonte: SSP

WhatsApp Image 2017 10 20 at 16.07.55 2

Dando continuidade à programação do Mês do Dentista, o Conselho Regional de Odontologia de Sergipe (CRO-SE) realiza, na manhã deste sábado, 21, a sexta edição do Projeto Sorrindo no Parque. Após beneficiar cerca de 250 crianças, entre alunos de escolas municipais de Aracaju e de instituições beneficentes como o Oratório de Bebé e o GACC, desta vez, o projeto chega à Creche Ação Solidária Almir do Picolé.

Com o tema 'Dia Mundial para um Futuro Livre de Cárie', o evento conta com o apoio da Colgate e do Sesc, e visa conscientizar os pequenos sobre como prevenir doenças bucais, mostrar-lhes a necessidade de manter bons hábitos de higiene oral, bem como a importância da boa alimentação e dos dentes para a comunicação e vida social, conforme explica a presidente da comissão de eventos do CRO-SE, Anna Tereza Andrade.

“Entre as práticas, teremos palestras educavas sobre a adoção de medidas preventivas, com acompanhamento e orientações técnicas de escovação e do uso do fio dental, além de atividades recreavas e de alimentação”, detalha. Os acadêmicos de Odontopediatria da Universidade Tiradentes (Unit) serão parte indispensável à execução das atividades.

Os universitários irão orientar a escovação das crianças, buscando estimular melhorias nas suas práticas de higiene oral, tão importantes para a saúde geral da população. Para que essa compreensão seja possível, os facilitadores irão explicar às crianças as maneiras corretas para uma escovação eficaz, visando à prevenção de doenças.

Segundo o presidente do CRO-SE, Anderson Lessa Siqueira, a educação em saúde bucal é uma eficaz ferramenta de conscientização sobre a importância da boca para um organismo saudável. “Os programas educativos em saúde bucal desenvolvem o conhecimento nas crianças, considerando que a infância é o melhor momento para a apreensão de hábitos saudáveis de higiene”, concluiu.

Governo em Ação 2

Neste sábado, dia 21, às 8h, a caravana do Governo em Ação aporta no município de Laranjeiras, levando serviços básicos e assistenciais para toda a população. Esta edição acontecerá no Colégio Estadual Professora Zizinha Guimarães, e é uma realização das Secretarias de Estado da Casa Civil e Inclusão Sovial, em parceria com diversos órgãos estaduais.

De acordo com o secretário da Inclusão Social, Zezinho Sobral, o foco de toda equipe é organizar uma programação bem definida, a partir do conhecimento prévio de cada comunidade, para atender aos anseios e as necessidades de todos que buscarão os serviços ofertados. “É nossa obrigação levar a cidadania à população carente e que não tem acesso a alguns serviços essenciais. Mais uma vez, o Governo em Ação será a oportunidade para que o cidadão possa adquirir um RG, uma certidão, fazer consultas médicas, verificar as taxas de glicemia e pressão alta, e até mesmo receber orientações de profissionais sobre seus direitos.  Esse projeto faz a diferença na vida do sergipano”, explica.  

Ainda segundo o secretário, além dos serviços gratuitos, a população de laranjeiras contará com palestras sobre os 11 anos da Lei Maria da Penha e a campanha Outubro Rosa, proferidas pela equipe da Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres da Seidh; palestras sobre violência no trânsito, através dos profissionais da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e Detran; e sobre os trabalhos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com a equipe da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

“Os laranjeirenses também participarão de ações como testes de glicemia, aferição de pressão, atividades esportivas, atendimento sobre cadastro único e Bolsa Família, testes para diagnóstico precoce das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), educação previdenciária, atendimento do Banese Card, e muitos outros serviços”, ressalta Zezinho Sobral.

A equipe do Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) também estará presente fazendo a emissão de Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS), além do cadastro, intermediação de mão de obra e informações sobre seguro-desemprego. Os técnicos do Departamento de Segurança Alimentar (DSAN/Seidh), por sua vez, irão calcular o Índice de Massa Corporal (IMC) da população com base nas medidas antropométricas, além de dar dicas de alimentação saudável e nutrição.

“A Seidh levará para Laranjeiras, ainda, a unidade ginecológica para fazer o atendimento preventivo das mulheres do município, com parceria do Sesi. A unidade oftalmológica foi totalmente revitalizada pela gestão e também vai estar presente totalmente equipada, para atender a quem mais precisa”, afirma Liliane Trindade, assessora técnica da Seidh.

carreta

Neste sábado, dia 21, o bairro Soledade, localizado na Zona Norte da Capital, recebe a terceira edição do Programa Vereador em Ação. O projeto, idealizado pelo vereador Dr. Gonzaga (PMDB), leva serviços gratuitos para a população de bairros carentes da Capital. Desta vez, o evento conta com a presença da carreta do Hospital do Câncer de Barretos (HCB) que irá realizar 40 mamografias em mulheres da região, que foram previamente cadastradas, de acordo com os critérios estabelecidos pelo hospital.

A unidade móvel do HCB, de acordo com divulgação da assessoria de comunicação do parlamentar, é uma carreta adaptada com mamógrafo, consultório e sala de espera para atender a população de diversas cidades no interior de Sergipe. A Unidade de Prevenção teve a vinda liberada para Aracaju por intermédio do apoio do senador Eduardo Amorim (PSDB/SE), que fez o pedido diretamente ao diretor-presidente do Hospital de Câncer de Barretos.

Na manhã desta sexta-feira (20), em entrevista ao jornalista André Barros, na 103 FM, Dr. Gonzaga explicou que a ideia de trazer a carreta para a capital sergipana surgiu em julho deste ano, durante a realização da segunda edição do programa Vereador em Ação, no bairro Lamarão. O Senador Amorim visitou o evento e mostrou interesse em colaborar com o projeto.

“Satisfeito com a repercussão, o Senador se comprometeu em colaborar com a próxima edição do programa e deixou a Carreta do Hospital do Câncer à nossa disposição para atendermos às mulheres carentes da periferia, sem acesso ao exame de mamografia”, disse Dr. Gonzaga, acrescentando que escolheu o bairro Soledade, devido a proximidade com outras regiões periféricas.

O evento tem foco na campanha do Outubro Rosa e na prevenção e combate ao câncer de mama, uma das maiores preocupações do vereador. 

“Recentemente, realizamos um levantamento rápido em bairros como Soledade, Cidade Nova e Santos Dumont, e constatamos que a maioria das mulheres nunca tinha feito uma mamografia nem procurado uma unidade de saúde para realizar”, alertou Dr. Gonzaga.

“Neste sábado, vamos atender 40 dessas mulheres, que passaram por um cadastro dentro dos critérios do HCB e faremos uma ação de conscientização sobre os principais meios de prevenção do câncer de mama, incluindo o costume de fazer o autoexame”, completou.

|Com informações da Assessoria de Comunicação
|Foto: Divulgação

foto cesec

O Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) decidiu favoravelmente à Prefeitura de Aracaju no processo movido pelos vereadores Elber Batalha, Emília Correa, Cabo Amintas e Lucas Aribé da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) que, através de um mandado de segurança pediu a anulação do processo de votação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), proposto pelo prefeito Edvaldo Nogueira em setembro deste ano. Para a Justiça, o mandado de segurança não está revestido de fundamentos legais para que a liminar seja atendida.

Ao contrário do que afirmaram os autores do mandado, a Justiça não encontrou vestígios de inconstitucionalidade na votação. A oposição alegou que no mês de março propôs Projeto de Lei 01/2017, que pedia a revogação do IPTU em Aracaju e que a partir do ano de 2018 fosse aplicado somente o aumento da inflação no imposto. Porém, o PL foi rejeitado em votação na CMA, que meses depois aprovou o projeto enviado pelo Poder Executivo. Segundo a oposição, o projeto proposto pela administração municipal não poderia ser votado em 2018 por abordar um tema já posto em votação na Câmara no início do ano. Entretanto, a Justiça alegou que se tratava de temas diferentes.

Na decisão da juíza Christina Machado de Sales e Silva, ela afirma que os Projetos de Lei são sensivelmente diferentes, portanto, não há inconstitucionalidade na votação do PL apresentado pelo prefeito Edvaldo Nogueira. “Ao passo que o PL 01/2017 revoga o inciso II do art.2º da LC 145/14 e altera o inciso I do art.2º da citada Lei para prever unicamente a correção da inflação pelo IPCA-E, o projeto aprovado (PL 02/2017) prevê um desconto de 15% no valor venal resultante dos cálculos do art.1º da LC 145/14, além da majoração a partir do exercício de 2018 em 5% mais o IPCA-E (diferença considerável em relação ao projeto do vereador Elber Batalha), bem como novas regras para cálculo do IPTU no caso de alteração de dados no cadastro da unidade imobiliária ou cadastramento de novas. De maneira que está configurada similitude, mas não identidade nos projetos”, justificou.

Um dos compromissos firmados pelo prefeito Edvaldo Nogueira, ainda durante a campanha eleitoral, foi justamente a revogação da lei do IPTU, sancionada na gestão passada e que estabeleceu um aumento anual de 30%. Assim, desde os primeiros dias na administração municipal, o prefeito criou uma comissão formada por técnicos da Secretaria Municipal da Fazenda para estudar maneiras legais para decretar a revogação que tinha como único intuito beneficiar a população da capital e promover a justiça fiscal.

No último dia 26 de setembro, a CMA, por maioria dos votos, aprovou o PL enviado pelo Executivo que concedeu um desconto de 15% no valor venal dos imóveis. A proposição, que foi votada em três turnos e em redação final, ainda normatizou futuras correções no valor do tributo - com um reajuste de até 5% mais a inflação do ano. Nas quatro votações, 14 vereadores foram favoráveis ao projeto que valida o compromisso firmado por Edvaldo com os aracajuanos. No dia seguinte à votação, o prefeito sancionou a lei que revogou o aumento anual de 30%.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto: Wellington Barreto

maconha

Uma ação conjunta que envolveu as Secretarias da Segurança Pública de Sergipe, Alagoas, Paraná e São Paulo desarticulou nessa quinta-feira (19) uma organização criminosa que tem ramificação em vários estados do país e tinha como base o território alagoano. Dentre os crimes atribuídos ao grupo estão o tráfico de drogas, roubos e homicídios. Durante a operação Quarteto foram cumpridos 23 mandados de prisão - sendo que cinco deles já estavam recolhidos em unidades prisionais - e 16 de busca e apreensão.

Em Sergipe, a operação envolveu as equipes do Comando de Operações Especiais (COE), 5° Batalhão da Polícia MIlitar (BPM), Departamento de Narcóticos (Denarc) e policiais de São Paulo e Paraná. O alvo foi o alagoano Flávio Nunes da Costa, o "Pitbull", que estava residindo no conjunto João Alves Filho, em Nossa Senhora do Socorro.

Ao perceber o certo policial, Flávio reagiu a prisão e atirou contra os policiais. No confronto, ele foi baleado e morreu depois de receber atendimento no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). No local foram encontrados 55 kg de maconha prensada e uma arma de fogo.

 "Nós fomos até a residência dele por volta das 5h e acabou reagindo à prisão. Houve confronto e ele não resistiu aos ferimentos, vindo à óbito no hospital", informou o comandante do 5° BPM, major Fábio Machado. O delegado do Denarc, André Baronto, acrescentou que Flávio já respondia a processo por tráfico e violência doméstica contra a esposa. "Ele era o responsável por armazenar e distribuir as drogas para os traficantes aqui em Sergipe".

A informação é que as investigações sobre a organização criminosa começaram no mês de julho a partir denúncias repassadas à polícia através do 181. Nos levantamentos realizados ficou esclarecido que o grupo atuava em Alagoas e tinha ramificações em outros estados.

Nas investigações, a polícia alagoana fez a representação dos mandados, que foram expedidos pela 17ª Vara Criminal de Maceió. As investigações tiveram início em julho e contou com denúncias recebidas por meio do Disque-Denúncia 181.

Segundo as investigações, a Organização Criminosa alvo da operação atua em Alagoas e possui ramificações em outros estados. Pelo que ficou esclarecido, Sergipe era utilizado pelo grupo como ponto de apoio para fazer com que os materiais ilícitos chegassem a capital alagoana e assim fossem distribuídos.

"É importantíssima a integração da polícia, aqui nós já temos um exemplo de integração entre as polícias Civil e Militar, que vem proporcionando grandes resultados. No estado de Alagoas já tínhamos esse contato, mas isso vem se intensificando cada vez mais e com certeza vai gerar mais prisões e apreensões", ressaltou o delegado André Baronto.

A população pode utilizar o Disque Denúncia (181) para repassar informações que auxiliem a Segurança Pública na identificação de outros integrantes da organização criminosa. As investigações prosseguem para identificar e prender outros criminosos e apreender drogas.

|Fonte: Assessoria de Comunicação/SSP
|Foto: SSP

profi

Um verdadeiro resgate da história de brasileiros que lutaram e sofreram por um país livre, democrático e igualitário. Assim é a exposição "Democracia, Verdade e Memória" , que apresenta a mostra "Verdade, Memória e Repressão em Sergipe nos Anos 50". A iniciativa é fruto da parceria do Tribunal de Justiça de Sergipe com a Comissão da Verdade. Até o sábado, 21, quem for ao Shopping RioMar conhecerá um rico acervo com documentos apreendidos de Inquérito Policial instaurado para identificar pessoas vinculadas ao Partido Comunista, denunciadas com base na Lei de Segurança Nacional.

Dentre os documentos estão a ficha de identificação, o auto de qualificação e o mandato de prisão preventiva de Antônio Bittencourt (pai do vereador e presidente Estadual do PCdoB em Sergipe, Antônio Bittencourt Júnior), que foi militante, membro do Partido Comunista Brasileiro e preso político em 1950.

Acompanhado pelo irmão Rafael Bittencourt, o vereador Antônio Bittencourt ficou emocionado com todo o acervo. “A exposição tem importância para todas as gerações pelo resgate de um momento na história do Brasil e de Sergipe. Trata-se de uma época em que a repressão calejava, caçava e prejudicava o sonho de diversos trabalhadores que queriam construir um Brasil mais justo e melhor, e que sofreram todas as formas de violência e tortura durante meses, enquanto estavam presos”, comentou.

painelbitt

De acordo com o parlamentar, o Arquivo do Judiciário e a Comissão da Verdade estão de parabéns por apresentar documentos originais e digitaliza-los, fazendo com que o visitante tenha acesso, também, através da tecnologia Quad Core.

“Esse resgate é importante para que todos conheçam o que ocorreu na época da Ditadura Militar e não permitam que iniquidades dessa natureza voltem a acontecer. Essa exposição dá essa possibilidade e tem a visibilidade de expandir. A expectativa é que vá às escolas públicas. Mais que um resgate histórico, essa exposição é a reafirmação da nossa cidadania em favor da ideia de liberdade e de democracia, sobretudo em tempos tão incertos e estranhos que vivemos”, destacou.

História de luta

Nascido na cidade baiana de Santo Amaro da Purificação em 21 de maio de 1925, Antônio Bittencourt foi funcionário da Leste Ferroviária, onde iniciou sua militância política sindical. Ao ingressar no Partido Comunista, atuou ao lado de grandes líderes, a exemplo de Carlos Marighella. Em 1952, quando era líder dos trabalhadores da Leste em Sergipe, foi preso e torturado. No golpe militar de 1964, voltou novamente a ser preso, sofreu torturas e teve seus direitos políticos cassados, sendo enquadrado na Lei de Segurança Nacional com subversivo. Já em 1970 foi preso no Quartel Militar da Bahia e, em 1976, sob alegação de tentar reestruturar o Partido Comunista em Sergipe, foi preso pela Operação Cajueiro.

“Meu pai sofreu as consequências de quem militava no Partido Comunista desde a década de 40. Fico feliz e emocionado em ver uma parte da história dele dentre os documentos resgatados. São documentos relacionados à prisão que sofre em 1952, por estar na direção do Partido Comunista em Sergipe. Hoje, ele está feliz, tranquilo, sem qualquer rancor. É uma alma e um coração cheios de ternura. Ficamos felizes em ver a documentação de um jovem que foi preso e torturado aos 27 anos porque queria um Brasil melhor”, disse o filho.

“Uma mostra dessa é importante especialmente em um momento delicado que o Brasil vive. É uma forma de trazer para as novas gerações o conhecimento de uma parte importante de nossa história, um momento sofrido que esperamos que nunca mais aconteça. Temos que viver sempre sob democracia e exercitando a política. É uma forma de estarmos cultivando a história, resgatando-a e fazendo com que a democracia se consolide cada vez mais”, afirmou o presidente do TJ/SE, desembargador Cesário Siqueira Neto.

Para o professor Josué Modesto dos Passos Sobrinho, presidente da Comissão Estadual da Verdade a época da repressão política envolveu casos de violação de direitos humanos, tortura e prisões arbitrárias, um momento de reflexão para o cenário atual brasileiro.

“Como aconteceu em 1950, ocorre hoje em um momento de intensa polarização política, com a diferença que conseguimos manter o padrão democrático, que naquela época não foi possível. É importante que as novas gerações entendam que, com a democracia e os direitos humanos violados, as pessoas sofrem. Os militantes da década de 50, especialmente os ferroviários, tinham uma imensa penetração na classe trabalhadora. Havia toda uma geração que se formou no período pós-segunda guerra mundial, muito empenhada na democratização dos país, nas reformas estruturais e entusiasmadas com as perspectivas do socialismo. Eles foram as grandes vítimas da repressão política. Antônio Bittencourt é um exemplo de um importante militante que sofreu a perseguição política por várias vezes. Teve uma vida longa de militante e de sofrimento”, relatou o professor.

O secretário de Estado da Cultura, João Augusto Gama, prestigiou a exposição e também ficou emocionado com a história de Antônio Bittencourt retratada.

“Essa exposição é de grande importância não apenas para os sergipanos, mas para o país. É a recuperação da nossa memória, dos acontecimentos ocorridos a partir da década de 40 até o momento atual. Passamos por momentos muito difíceis, como vi a documentação de Antônio Bittencourt, que tive a felicidade de ter sido seu colega nos idos de 1964, momento que foi a segunda prisão. Nessa época, éramos colegas no Colégio Tobias Barreto. Apesar da nossa diferença de idade, fomos grandes companheiros de luta ao longo da nossa vida. Tenho muito orgulho de ter a amizade de Bittencourt pai, que muito nos enriquece. Essa mostra remete a necessidade da reflexão e da democracia para que as coisas daquela época não voltem a acontecer”, pontuou.

Elito Vasconcelos, assessor da Comissão da Verdade, ressalta que a parceria do Tribunal de Justiça com a Comissão contribuirá significativamente para a elaboração de um relatório final que trata todo o período da ditadura militar.

“Essa exposição é muito rica e deveria ser permanente. Além de Bittencourt, a mostra retrata momentos de alguns militantes como Manuel Vicente, Ofenísia Freire, Hélio Nunes, Fragmom Carlos Borges, Filemon Freire e tantos outros militantes que foram vítimas das repressões. Bittencourt foi perseguido porque lutava pela democratização. Essas pessoas precisam estar sempre na nossa memória, principalmente nesse momento em que a sociedade está ‘revoltada’, onde muitos pedem até a volta de uma repressão. Se qualquer ato voltar, não poderemos nem dar uma entrevista. A revolta atual que está acontecendo é desnecessária e ignorante. É preciso que o povo conheça bem a história desses militantes e o quanto sofreram”, salientou.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Fotos: Divulgação

pf

A Polícia Civil de Sergipe, por meio do Departamento de Defraudações e Crimes Cibernéticos, apresenta na manhã desta sexta-feira, 20, às 11h, na sala de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), detalhes de uma operação desencadeada em 24 estados brasileiros, incluindo Sergipe, e no Distrito Federal, com o objetivo de apurar crimes de exploração sexual contra crianças.

A operação, intitulada “Luz na Infância”, foi coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). As investigações que resultaram na operação vêm sendo feitas há seis meses e resultam do aprimoramento do trabalho de inteligência de segurança pública e atuação em modelo de força tarefa, que reúne em um mesmo ambiente de trabalho policial com expertise e capacitação na repressão aos crimes virtuais e de pedofilia.

Na oportunidade, a delegada Rosana Freitas estará presente para dar mais detalhes sobre as investigações e também sobre a operação desencadeada no início da manhã de hoje.

|Fonte: SSP/SE
|Foto: Divulgação/Polícia Civil

Sobre Nós

O Soma Notícias é um projeto voltado para garantir que a notícia chegue até o leitor de forma qualificada, com a confiabilidade necessária, numa forma de reportar à toda sociedade assuntos que são de interesse público. Como vivemos um momento diferenciado na comunicação, em que a importância de quem consome a notícia é mais valorizada do que nunca, o Soma Notícias vem para se somar ao objetivo de termos uma sociedade cada vez mais justa, plural e ciente de que os direitos e os deveres dos cidadãos se aplicam a todos, sem exceção. E isso só é possível se tivermos acesso a uma gama de informações confiáveis, que não abram espaço para a dúvida quanto a sua procedência. Essa é a missão do Soma Notícias. E é para executá-la que aqui estamos!

Newsletter

Deixe seu melhor e-mail para receber novidades e/ou promoções.
Somos contra Spam!