Especial

Nova Forma andrea Alcantara 2

Na última terça-feira, 31, um encontro promovido pela Nova Forma Sergipe reuniu arquitetos e designers em torno de um bate-papo informal com a arquiteta Andréa Alcântara, que veio a Sergipe para contar um pouco da sua experiência em posicionamento digital com o uso das redes sociais. Na Home Design, ela falou sobre a importância do uso das ferramentas online para projetar a carreira no mercado contemporâneo e ilustrou com o case de sucesso do “Almoço de Sexta”, primeiro blog de decoração do Nordeste, criado por ela.

“Estou há seis anos nesse mundo virtual e fiquei muito feliz com esse convite para vir a Aracaju passar um pouquinho da minha experiência com esse mundo virtual, Instagram, decoração e juntar isso tudo num mix. Espero que o conteúdo tenha agregado e que todos possam usar as redes sociais para se projetar e projetar o seu escritório cada vez mais”, disse ela após a palestra, que tratou, entre outros assuntos, sobre como o profissional pode se posicionar e criar sua marca na internet, tornar seu conteúdo interessante para atrair mais seguidores, ressaltando a necessidade de criação de uma marca pessoal, de projeto ou escritório.

Uma das informações passadas por Andrea que chamou a atenção sobre a relevância das redes na vida da população é o dado que aponta que o tempo médio de brasileiros ativos nas redes é de 650 horas mensais. Para a arquiteta Tahinara Sanferry, essa é a razão que torna o tema oportuno. “Foi uma palestra totalmente inovadora. As redes vêm com tudo. É uma publicidade gratuita e se você souber usar, se for no caminho certo, você consegue bons resultados. Eu sempre usei desde que me formei, e tenho muita procura através das redes sociais. Então eu aposto nisso e sou do mundo digital”, disse.

A designer de interiores Mirlene Sales também foi um dos profissionais que fizeram questão de assistir à palestra. Ela destacou a necessidade de atualização constante para os profissionais da área. “A Nova Forma sempre nos trazendo novidades como esse tema, que foi muito interessante. A gente pôde ter uma visão melhor de como expor nosso projetos na mídia social, de uma forma que realmente traga resultados e que mostre o melhor, para os clientes, do nosso trabalho e do dia a dia do escritório. Que venham mais palestras como essa”, pontuou.

O Nova Forma Sergipe é um programa voltado para o desenvolvimento de arquitetos e designers, através de atividades que incluem a oferta de conteúdos que ajudem a melhorar, desenvolver e ampliar sua atuação no mercado. Este ano, antes da palestra com Andréa Alcântara, o programa já realizou eventos com o fotógrafo Marcelo Negromonte e o professor Valter de Souza, que falou sobre técnicas de atendimento, persuasão e comunicação com o público.

|Por Soma Notícias
|Foto: Rebecca Melo 

Nova Forma andrea Alcantara 1

Ascom SergipeTec 2

Gerar, oportunizar e fomentar o desenvolvimento de pesquisas, inovações tecnológicas e negócios. Foi com esse intuito, especialmente, que o presidente do Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), Manoel Hora, recebeu a assessora especial para a Região Nordeste, do Israel Trade & Investment, Sheila Golabek Sztutman, e a equipe da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec), a fim de apresentarem as atividades e ações de cada instituição, e estudarem formas de viabilizar parcerias.

“Pretendemos abrir um canal de comunicação entre o Estado de Sergipe, e o Israel Trade & Investment [que é vinculado ao Ministério da Economia, do Governo de Israel] , a fim de estreitar a relação entre instituições e empresas locais, nacional e multinacionais, com as de Israel. Existem muitas identidades e similaridades entre os dois Estados, em termos de clima, de produção agrícola, de desejo de inovação… e em outras áreas. Visitar o Sergipe Parque Tecnológico foi uma feliz surpresa por ele ter como proposta ser uma referência científica e tecnológica para vários setores, em pesquisa, desenvolvimento e inovação. A gente só consegue perpetuar, fazer e manter as coisas vivas, quando disseminamos o conhecimento que temos. E, para isso, é fundamental estabelecer parcerias para a gente crescer, dá um ‘plus’ no que a gente faz”, ressalta Sheila.

Ainda de acordo com a assessora, essa parceria visa fortalecer, disseminar e, mais do que isso, gerar novos produtos ou serviços, local, nacional e em outros países. “As tecnologias que são desenvolvidas em Israel e o conhecimento existentes aqui, no Brasil e em Sergipe, podem gerar um terceiro produto [tecnologia], que vá ser fundamental em algum setor ou local que nem imaginamos. E a gente só consegue isso, quando se conversa e estabelece formas de cooperação”, pontua Sheila.

Para o presidente do SergipeTec, Manoel Hora, a vinda da missão israelense ao Estado e, por consequência, ao Parque Tecnológico reforça o potencial e visibilidade científica e tecnológica de Sergipe pelo Brasil afora. “É importante e oportuna essa visita pelo fato de nós estarmos, através da Sedetec, abrindo possibilidades de, em um futuro breve, firmar parcerias com Israel, Estado com enorme poder, força e inovação tecnológica”, destaca.

Centro de Negócios  

O Israel Trade & Investment pertence a uma rede de mais de 40 escritórios comerciais localizados nos principais centros de negócios, no mundo, e faz parte do Departamento de Comércio Exterior do Ministério de Economia de Israel. A rede conecta oportunidades e desenvolve cases de sucesso entre empresas israelenses e brasileiras, em diversos setores.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto: Divulgação/Assessoria

newyork

Pelo menos seis pessoas morreram atropeladas nesta terça-feira  (31) ao sul da ilha de Manhattan, em Nova York, após um veículo invadir uma faixa de ciclistas, segundo a imprensa local. A informação é da agência EFE.

Até o momento, as autoridades só confirmaram que uma pessoa supostamente vinculada com o atropelamento foi detida. De acordo com a rede de televisão NBC, seis pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas.

Anteriormente, a imprensa local havia informado que pelo menos quatro pessoas haviam morrido  em um tiroteio por volta das 15h15 (hora local; 17h15 de Brasília). Além disso, várias pessoas teriam sido levadas ao Hospital Bellevue para serem atendidas por ferimentos causados por tiros, segundo o jornal New York Post.

A área onde aconteceu o atentado fica a poucas quadras de onde ficavam as Torres Gêmeas e foi isolada pelas forças de segurança, segundo imagens de redes de televisão locais.

|Fonte: Agência Brasil
|Foto: Brendan McDermid/Agêcia REUTERS

aguia4

Entrando no clima do ‘Outubro Rosa’, a viação Águia Branca pintou seis ônibus de rosa para chamar atenção da população sobre a prevenção, tratamento e cura do câncer de mama. A ação segue nos próximos meses, estendendo a campanha e mobilização da causa. Um ônibus rosa circulou nesta terça-feira (31) pelas principais avenidas e pontos turísticos de Aracaju em um desfile com mini-trio, panfletagem sobre a campanha. Também fez parte do desfile, alguns ônibus da nova frota que começam a circular em Sergipe.

A região ganhou 20 novos ônibus que permitirão ao cliente contar com todo conforto e entretenimento de bordo. A frota nova oferece serviço semi-leito, tomada USB individual por poltrona, além de serviço Wi-fi e um aplicativo exclusivo com filmes e séries para o passageiro desfrutar enquanto faz uma viagem tranquila e segura.

Campanha

Seis ônibus continuam circulando nos próximos meses em diversas linhas nas áreas de atuação da empresa para ações em prol do ‘Outubro Rosa’ e do trabalho de instituições voltadas para o atendimento e tratamento de pessoas com câncer de mama. Além disso, os ‘ônibus rosa’ participam de eventos de sensibilização da causa em diversos municípios onde a empresa atende. Estão sendo divulgados também vídeos de sensibilização para serem veiculados nas agências rodoviárias e salas VIP, mídias sociais e outros canais internos da empresa, inclusive com o making off de todo o processo de transformação do ônibus.

“Achei o ônibus lindo e adorei receber informações sobre a doença que assusta muitas mulheres. Vou ficar atenta para fazer os exames e me prevenir”, disse a dona de casa Maria Auxiliadora Paixão.

A cada ano vem aumentando a adesão ao movimento mundial ‘Outubro Rosa’, que visa chamar a atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), esse é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. Somente no Brasil em 2016 foram quase 58 mil casos, sendo 14.388 deles com morte.

A Viação Águia Branca, uma das apoiadoras da causa, se orgulha em “levar esta bandeira” da prevenção para as estradas como principal forma de combater o câncer de mama.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto:  Fábio Amâncio/Divulgação

funaroANDREDUSEK 525x350

O corretor de valores Lúcio Funaro, ex-operador-financeiro do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a afirmar hoje (31) que o presidente Michel Temer recebeu ao menos R$ 2 milhões em propina por meio de doação oficial para a campanha presidencial de 2010, em que concorreu como vice de Dilma Rousseff.

A informação, que já havia sido adiantada por Funaro na delação premiada que firmou com o Ministério Público Federal (MPF), foi reafirmada nesta terça-feira ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, onde tiveram início, na semana passada, os interrogatórios dos réus na ação penal decorrente da Operação Sépsis.

No segundo dia de interrogatório, Funaro deu detalhes sobre a negociação de um aporte do FI-FGTS no grupo Bertin, em troca do pagamento de propina para campanhas de políticos do PMDB.

O operador financeiro relatou ter participado de almoços em um hotel em Brasília com Natalino Bertin, controlador do grupo, o ex-deputado Eduardo Cunha e o ministro Moreira Franco, da Secretaria Especial da Presidência, que era deputado à época. Teria comparecido também o deputado Cândido Vaccarezza, à época no PT e ativo na campanha presidencial.

Nesses encontros, foram combinados os valores que seriam destinados às campanhas do PMDB, em troca de benefícios ilegais às empresas do grupo Bertin na Caixa, segundo Funaro. O responsável por facilitar a liberação de recursos, ainda segundo Funaro, teria sido Moreira Franco, à época vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias do banco público.

"Se não me engano Eduardo Cunha ficou com R$ 1 milhão", disse. "Dois milhões, dois milhões e meio foram destinados ao presidente Michel Temer, e um valor – acho que um milhão, um milhão e meio, ao deputado Cândido Vaccarezza", disse Funaro. "O do Temer acho que foi doação oficial pro PMDB nacional", afirmou.

Para embasar suas declarações, Funaro disse que a contabilidade do pagamento de propina estaria documentada em uma agenda de Natalino Bertin apreendida pela Polícia Federal (PF), bem como em um caderno dele, também apreendido.

Por meio de nota, o Palácio do Planalto disse que "o presidente Michel Temer contesta de forma categórica qualquer envolvimento de seu nome em negócios escusos, ainda mais partindo de um delator que já mentiu outras vezes à Justiça".

"Em 2010, o PMDB recebeu R$ 1,5 milhão de reais em três parcelas de R$ 500 mil como doação oficial à campanha, declarados na prestação de contas do Diretório Nacional do partido entregue ao TSE. Os valores não têm relação com financiamento do FI-FGTS", acrescenta o texto.

Operação Sépsis

A Operação Sépsis investiga desvios na vice-presidência de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal, responsável pela operacionalização do FI-FGTS, cujos aportes precisam ser aprovados pelo conselho curador do FGTS, composto por 12 membros.

Além de Funaro, são réus na ação penal Cunha, o ex-vice-presidente da Caixa Fabio Cleto, o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves e Alexandre Margotto, ex-funcionário de Funaro.

|Fonte: Agência Brasil
|Foto
: André Dusek/Estadão

polícia

As mortes causadas por policiais em serviço e de folga subiram 25,8% em 2016 em relação ao ano anterior, segundo o Anuário Brasileiro da Segurança Pública divulgado hoje (30). De acordo com o levantamento, foram registrados 4,2 mil homicídios por policiais militares e civis no ano passado. Entre 2009 e 2016, chega a 21,9 mil o número de pessoas que perderam a vida por ação de agentes dessas corporações.

Quase a totalidade dos mortos por policiais em 2016 eram homens (99,3%), sendo a maioria negros (76,2%). A maior parte das vítimas (65,2%) tinha entre 18 e 29 anos. Os adolescentes, entre 12 e 17 anos, representam 16,6% dos mortos por agentes civis ou militares.

Em números absolutos, o Rio de Janeiro tem a maior quantidade de mortos por policiais, com 925 casos, 14,8% de todas as mortes violentas intencionais no estado (6,2 mil). Em São Paulo, foram registradas 856 vítimas de ações de policiais, o que significa 17% de todos os casos em que houve intenção de matar no estado (4,9 mil mortes violentas).

“Aqui em São Paulo a gente conseguiu reduzir os homicídios de forma bastante expressiva desde o início dos anos 2000, mas a letalidade da polícia permanece em uma tendência de crescimento”, destacou a presidente executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Samira Bueno, responsável pelo estudo.

Violência naturalizada

De 2015 para 2016, o número total de mortes intencionais, que inclui latrocínios, assassinatos e lesões seguidas de morte, caiu de 5,2 mil para 4,9 mil em São Paulo. Por outro lado, as mortes causadas por policiais tiveram alta de 2,1%.

O descompasso está ligado, na avaliação de Samira, à forma como as mortes causadas por policiais são encaradas no Brasil. “Quando a gente fala de letalidade da polícia, essa é a grande questão: assumir isso enquanto um problema institucional. Isso não tem acontecido no Brasil. A gente não tem políticas com foco no controle do uso da força letal, porque isso não é encarado como um problema”, ressaltou.

“A gente está naturalizando a letalidade policial no Brasil”, acrescentou o professor da Fundação Getulio Vargas (FGV) Rafael Alcadipani. “A sociedade está pedindo para matar e os comandos das polícias estão aceitando esse pedido da sociedade”, destacou.

A opinião é semelhante à do presidente da Associação Nacional dos Praças, cabo Elisandro Lotin. “Para a sociedade hoje, qual é a lógica? Bandido bom é bandido morto. O policial somatiza isso e acaba externando. Na cabeça dele, ele está fazendo a coisa certa”, ressaltou.

Por isso, ele também defende que o primeiro passo é reconhecer que a letalidade policial está em um patamar preocupante. “Os comandos das instituições policiais militares, os comandos da Polícia Civil têm de reconhecer que nós temos um problema. E, a partir desse problema, buscar solução.”

Policiais mortos

O número de policiais assassinados também teve crescimento. De 2015 para 2016, o número de agentes civis e militares vítimas de homicídio passou de 372 para 437, uma alta de 17,5%. A maior parte dos mortos eram negros (56%) com idade entre 30 e 49 anos (63,6%).

O cabo Lotin acredita que essas pessoas acabam sendo vítimas de uma política de segurança pública com foco no combate entre os agentes da lei e os criminosos. “A segurança pública se faz hoje na perspectiva do enfrentamento, belicista”, ressaltou. Além disso, ele destacou a precarização das condições de trabalho dos policiais, que são submetidos a “jornadas de trabalho extenuantes”.

|Fonte: Agência Brasil
|Foto: Tânia Rêgo/Arquivo Agência Brasil 

O diretor-presidente da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), Francisco de Assis Dantas, e o diretor-técnico, Fausto Leite, participaram de uma reunião na sede do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em Sergipe, para discutirem a implantação do Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor) no estado.

O Sistema, que integra o controle da origem da madeira, do carvão e de outros produtos ou subprodutos florestais, foi instituído pela Instrução Normativa n° 21, de 24 de dezembro de 2014, em observância dos artigos 35 e 36, da Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012.

Durante encontro, foi decidido que a Adema irá sediar, no mês de novembro, a capacitação de servidores das duas autarquias, além de um workshop de apresentação do Sinaflor à sociedade.

A apresentação foi feita pelo coordenador geral de florestas da Diretoria de Biodiversidade e Florestas, André Sócrates, que também explicou como é realizado o Cadastro Técnico Federal (CTF), o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e, ainda, o Documento de Origem Florestal (DOF). Que são documentos obrigatórios para o transporte e armazenamento de produtos florestais de origem nativa, de acordo com o que é instituído nas leis ambientais.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto: Ilustração/Ibama

IMG 0355

Aracaju voltará a ter um dos mais belos cartões postais nos finais de ano, depois da assinatura do convênio realizado entre a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio) e a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), que celebrou a realização do “Natal Iluminado” no Centro de Aracaju.

A assinatura do convênio se deu no Centro Administrativo da PMA, quando o presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, firmaram o compromisso da parceria que levará uma decoração especial para o período natalino no Centro Comercial de Aracaju. O projeto foi orçado em R$ 250 mil e será totalmente custeado pela Federação, que comprará os equipamentos e aparato necessários para decorar a praça Fausto Cardoso e o Centro Comercial. Além da iluminação decorativa, o projeto também prevê a construção de pórticos e totens decorativos, que serão distribuídos em vários pontos da cidade, da praça Fausto Cardoso, até os Mercados Municipais. A decoração especial será instalada durante os próximos quatro anos, até o ano de 2020, no período entre 01 de novembro e 06 de janeiro.

O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, valorizou a importância de trazer de volta o “Natal Iluminado” para o comércio de Aracaju. Ele destacou que fazer o Centro de Aracaju voltar a ser um cartão postal especial para o período natalino, é fazer a população inspirar-se mais no sentimento de cristandade e estimular o prazer de comprar no comércio para o consumidor.

“A intenção da Fecomércio é fazer a praça Fausto Cardoso voltar a ser um belo cartão postal de Aracaju no período natalino. Contratamos uma iluminação profissional, de alta qualidade para que as pessoas aproveitem esse belo espaço que faremos para usar como um cenário para suas fotos e embelezando suas compras. Envolvemos as entidades de classe empresariais coirmãs e todos os dias colocaremos através do Sesc, uma programação musical, artística e cultural, para tornar esse período ainda mais bonito e atrativo para o público consumidor, para voltar às compras no Centro de Aracaju”, disse Laércio.

Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju, valorizou a iniciativa, destacando que a entidade arcará com os custos de todo o projeto do “Natal Iluminado”, destacando a importância da parceria entre os empresários e o poder público, para promover um natal mais atrativo para o povo aracajuano.

“Encontrei com Laércio em um restaurante e discutimos a ideia de fazer a parceria. Depois recebi a diretoria da Fecomércio, para apresentar o projeto. Recebi um projeto muito bonito, é um projeto que vai dar início a um processo de ver Aracaju iluminada e fazer do natal também, um instrumento de progresso e desenvolvimento. Vamos comemorar o nascimento de Jesus, e também incrementar nossa economia. Fazer com que o Centro volte a se movimentar, fazer com que as pessoas tenham alegria de ir para a rua e comprar os seus presentes, fazer com que tenha a alegria porque encontra na cidade as luzes e a movimentação importante para o desenvolvimento e progresso”, afirmou Edvaldo.

Sesc Comunidade

Na oportunidade, também foi assinado o convênio para a aplicação do programa Sesc Comunidade, que levará diversas ações promovidas pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), para a população do bairro 17 de março, com ações sociais, educacionais, esportivas, de saúde e lazer, para a praça Mariana Martins Moura, em uma das comunidades mais carentes de Aracaju. O Sesc Comunidade investirá R$ 200 mil em ações para o desenvolvimento do bairro 17 de março, na perspectiva do desenvolvimento humano e social da região.

“Iniciativas como essa contribuem para uma sociedade mais justa, fomentando o desenvolvimento social, na perspectiva de oportunidades, estimulando para que possamos num futuro próximo termos cidadãos mais conscientes e assim reforçamos a dignidade humana e o direito do desenvolvimento de habilidades, beneficiando inúmeras pessoas”, disse o presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, ao valorizar a ação social que será realizada.

|Fonte: Assessoria de Comunicação
|Foto: Márcio Rocha/Divulgação

Sobre Nós

O Soma Notícias é um projeto voltado para garantir que a notícia chegue até o leitor de forma qualificada, com a confiabilidade necessária, numa forma de reportar à toda sociedade assuntos que são de interesse público. Como vivemos um momento diferenciado na comunicação, em que a importância de quem consome a notícia é mais valorizada do que nunca, o Soma Notícias vem para se somar ao objetivo de termos uma sociedade cada vez mais justa, plural e ciente de que os direitos e os deveres dos cidadãos se aplicam a todos, sem exceção. E isso só é possível se tivermos acesso a uma gama de informações confiáveis, que não abram espaço para a dúvida quanto a sua procedência. Essa é a missão do Soma Notícias. E é para executá-la que aqui estamos!

Newsletter

Deixe seu melhor e-mail para receber novidades e/ou promoções.
Somos contra Spam!