Segunda, 08 Janeiro 2018 00:00

Sergipe registra mais de 1200 incêndios em 2017

Escrito por 

Nesta segunda-feira (08), o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) divulgou o relatório de operações realizadas no ano de 2017. Segundo informações da assessoria de comunicação da instituição, ao todo, foram 1.273 incêndios combatidos em todo o estado, além de dezenas de outras ações envolvendo salvamento de pessoas e bens. Deste total, 696 focos de incêndio foram combatidos nas chamadas áreas urbanas, que englobam edificações e veículos em cidades e comunidades residenciais, e outros 577 em vegetação. Os casos envolvendo áreas verdes, de acordo com o material divulgado, tiveram maior incidência entre os meses de janeiro, fevereiro e março, motivadas pelo tempo quente e seco.

Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, além das mudanças climáticas, a utilização de fogo para limpeza de terrenos, acúmulo de lixo e o ato de jogar pontas de cigarro em qualquer lugar, latas de metal ou garrafas de vidro nas margens das rodovias colaboraram para que focos de incêndio fossem identificados em todo o território sergipano.

Muitas residências também foram atingidas por incêndios em 2017. Mas, em grande parte, os incidentes aconteceram por falta de atenção e cuidado dos próprios moradores. “O acidente só acontece quando a prevenção falha. É importante fazer revisão na parte elétrica da residência e evitar o uso excessivo de 'benjamim', também conhecido como 'T', para evitar sobrecarga na fiação. Outra coisa que pode provocar incêndio é o uso de notebooks em cima da cama ou de sofás, pois o cooler (ventiladorzinho que reduz o calor produzido principalmente pelo processador) para de funcionar e aquece o estofado”, explica o tenente BM Fabiano Queiroz.

Além disso, o tenente Queiroz ressaltou que os incêndios em edificações podem ser evitados com um pouco mais de cuidado e atenção por parte dos moradores. “Um grande erro comum cometido é o uso em excesso de material combustível na cozinha, a exemplo de capa no botijão de gás e panos de prato em cima do fogão. Outro erro é esquecer ferro elétrico ligado e acender velas dentro de casa. Caso acenda, é preciso colocá-la em cima de um prato cujo raio seja maior que o tamanho da vela. Também é preciso ter cuidado com o uso de GLP. Acontece às vezes de o leite ferver e derramar, apagando a chama, mas o gás continua liberado. É importante ainda que o cidadão observe a validade do sistema de mangueiras do GLP e da válvula redutora de pressão”.

|Por Soma Notícias/Com informações do Corpo de Bombeiros
|Foto: Divulgação

Sobre Nós

O Soma Notícias é um projeto voltado para garantir que a notícia chegue até o leitor de forma qualificada, com a confiabilidade necessária, numa forma de reportar à toda sociedade assuntos que são de interesse público. Como vivemos um momento diferenciado na comunicação, em que a importância de quem consome a notícia é mais valorizada do que nunca, o Soma Notícias vem para se somar ao objetivo de termos uma sociedade cada vez mais justa, plural e ciente de que os direitos e os deveres dos cidadãos se aplicam a todos, sem exceção. E isso só é possível se tivermos acesso a uma gama de informações confiáveis, que não abram espaço para a dúvida quanto a sua procedência. Essa é a missão do Soma Notícias. E é para executá-la que aqui estamos!

Newsletter

Deixe seu melhor e-mail para receber novidades e/ou promoções.
Somos contra Spam!